Black Friday: Clientes portugueses da Kwanko com ganhos de 1,8 milhões via online

Corrida aos preços mais baixos resultou em mais de 20 mil encomendas pela internet, tendo-se registado no total mais de 2,5 milhões de cliques, só que no que concerne a clientes da Kwanko em Portugal.

REUTERS/Henry Romero

A Black Friday de 25 de novembro rendeu 1,8 milhões de euros em vendas online só para clientes da Kwanko. A corrida aos preços mais baixos resultou em mais de 20 mil encomendas pela internet, tendo-se registado no total mais de 2,5 milhões de cliques.

Os dados são da Kwanko, a empresa especializada em marketing digital de performance, que indica ainda que 58% das encomendas foram realizadas através de desktop, 19% em tablets e 23% mobile.

Em todo o mundo, os dados recolhidos pela Kwanko apontam para um total de vendas a rondar os 30 milhões de euros. Os cerca de 35 milhões de cliques geraram 310 mil encomendas finais em lojas virtuais associadas à Kwanko. Destas, 47% foram efetuadas através de desktop, 24% via tablet e 29% via mobile.

A ação de vendas norte-americana, importada por vários países a nível mundial, trouxe às lojas os descontos pré-natalícios gritantes, que dispararam até aos 75%. Sinónimo de poupança e consumo, a Associação Portuguesa para a Defesa dos Direitos do Consumidor (DECO) alerta para a constante inflação de preços dos produtos comercializados durante a Black Friday. Apesar dos alertas, milhões de pessoas em todo o mundo continuam a aderir à loucura dos preços baixos.

Recomendadas

Não acordo no Brexit terá um impacto “relativamente pequeno” no mercado de trabalho alemão

Cerca de 41.000 britânicos estavam empregados na Alemanha em dezembro de 2017, um número que é “insignificante para o mercado de trabalho em geral”, revelou o governo de Angela Merkel ao “Der Spiegel”, em resposta ao partido de extrema-esquerda.

Presidente do Banco de Itália alerta para o impacto do défice mais alto sobre a dívida

Qualquer aumento nos gastos do défice que não ajude a impulsionar o crescimento econmico estrutural poderá colocar a dívida da Itália “num rumo insustentável” referiu Ignazio Visco.

Do Marquês ao e-toupeira: Sete processos que marcaram o mandato de Joana Marques Vidal

Da política, passando pelas empresas, até ao desporto, nenhum sector escapou às investigações criminais do MP. Estes foram os processos mais mediáticos que marcaram o mandato da procuradora-geral.
Comentários