Bloco de Esquerda propõe criação de subsídio de desemprego extraordinário

A medida visa ajudar pessoas que estejam sem acesso a qualquer tipo de rendimento e a proposta do Bloco de Esquerda é de que deve vigorar até ao final do ano

catarina_martins_bloco_esquerda_legislativas_1
Manuel de Almeida/Lusa

O Bloco de Esquerda sugeriu a criação de um subsídio de desemprego extraordinário, no valor de 438 euros, para trabalhadores que não recebam outro tipo de apoio. Esta é uma das medidas do partido para o orçamento suplementar apresentadas em conferência de imprensa pela coordenadora do partido, Catarina Martins, esta terça-feira, 2 de junho.

Catarina Martins recordou que “há muitas pessoas no país sem acesso a qualquer tipo de apoio”, como tal o partido decidiu propor ” a criação de um subsídio de desemprego extraordinário para a cessão de atividade que deve vigorar até ao final do ano, no valor de 438 euros. Deve ser aplicável a todos os trabalhadores que não tenham acesso a outro apoio, que estejam em situação de desemprego e perda de rendimentos”. Em caso do trabalhador receber apoios o valor do subsídio extraordinário será inferior a 438 euros.

Esta sugestão “permite abranger também os trabalhadores informais. Pensamos mesmo que é a única maneira de abranger todas as pessoas que perderam rendimentos neste momento”, garantiu Catarina Martins.

Para o apoio ser concedido, “os trabalhadores são chamados a declarar porque é que ficaram na condição de desemprego sem acesso ao subsídio de desemprego  e a autoridade para as condições do trabalho ficara com um mapa do que é o trabalho informal e o abuso laboral em Portugal”, explicou a coordenadora do Bloco de Esquerda. Esta medida é para os bloquistas uma forma de “erradicar o abuso do trabalho precário”.

Sobre os apoios às empresas, Catarina Martins destacou a “proibição de despedimentos” como forma das organizações poderem aceder a todos os apoios do Estado e a substituição do lay off , que reduz o salário em um terço,”para um apoio às empresas que mantenham o salário a 100% dos trabalhadores”.

Relacionadas

PSD junta-se ao BE e PCP para pedir apreciação parlamentar do decreto das PPP na saúde

Os social-democratas acompanham a intenção dos bloquistas e comunistas por considerarem que o novo regime introduz elementos que podem levar à “desvalorização de critérios de racionalidade e eficiência administrativas”.

BE quer que Fisco deixe de cobrar portagens e dívidas das concessionárias de autoestradas

A medida visa acabar com a utilização de recursos públicos para a cobrança de dívidas de entidades privadas, com o BE a defender que o Fisco se tornou nos últimos anos uma espécie de “‘cobrador do fraque’ das concessionárias de autoestradas”.

PSD não se opõe a que Governo “encomende o trabalho a quem quer que seja”, mas defende que “interlocutores têm de ser ministros”

O presidente do PSD não rejeita a hipótese de António Costa Silva poder estar presente nas reuniões que o Governo terá com os partidos e parceiros sociais para discutir o plano de recuperação da economia, mas sublinha que o gestor da Partex não pode ser “o interlocutor para os partidos da oposição e para a Assembleia da República”.
Recomendadas

Uso de máscaras na rua? Medida deve ser “pensar seriamente” ponderada, considera Bastonário dos Médicos

Depois da implementação do uso obrigatório de máscara nas ruas da Madeira, Miguel Guimarães vem agora defender que essa possibilidade deve ser ponderada em Portugal, argumentando que atualmente é a melhor altura.

Covid-19. Quase 722 mil mortos em todo o mundo

O número é do balanço realizado pela agência France-Presse a partir de fontes oficiais hoje às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa), que indica também que mais de 19.419.370 casos de infeção foram diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 11.514.500 foram considerados curados.

Direção-Geral de Saúde confirma mais 186 casos e quatro mortes por Covid-19

Quanto ao número de recuperados, a DGS dá conta de mais 277 em relação à véspera. O número de doentes livres de Covid-19 sobe para 38.364.
Comentários