BMW e Quercus lançam concurso para fãs de fotografia e natureza

O concurso nacional de fotografia de natureza do Instagram está de regresso. Em parceria com a BMW, a associação ambientalista Quercus anuncia a segunda edição do concurso e tem como tema a relação entre o homem e a natureza.

A segunda edição do concurso “#BMWiNaturePhoto” está de volta e tem como tema a relação entre o homem e a natureza.  O concurso que é criado em cooperação entre a Quercus e BMW vem no âmbito da responsabilidade ambiental e mobilidade sustentável.

Este ano a Quercus e a BMW desafiam os participantes a captarem imagens onde esteja patente a dinâmica Homem vs. Natureza, alertando para uma relação que é de harmonia mas também, muitas vezes, sinónimo de confronto, desafiando deste modo o público a pensar no meio ambiente a partir desta relação.

“Esta parceria com a Quercus surge no âmbito do compromisso do BMW Group relativamente à sustentabilidade ambiental e mobilidade elétrica. Ao longo dos últimos anos, temos vindo a assumir um papel cada vez maior no que diz respeito à construção do futuro da mobilidade individual sustentável”, afirma João Trincheiras, corporate communications manager da BMW Portugal.

Para participar, cada candidato tem apenas de partilhar no seu perfil público de Instagram uma fotografia dentro do tema ‘Homem vs. Natureza’, com a hashtag #BMWiNaturePhoto, e identificar as páginas @quercus_ancn_ e @bmwportugal, até afotoghto dia 31 de dezembro de 2018.

Recomendadas

Ondas de calor, secas extremas, mais chuva: os verões vão mudar completamente com o aquecimento global

O alerta já foi feito pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, em 2018, sobre os impactos da subida da temperatura em 1,5º Celsius. Agora, um novo estudo vem informar que se o percurso das emissões actuais se mantiver, o aumento dos dois graus Celsius poderá ser alcançado em meados deste século com possibilidade de chegar aos três graus Celsius.

Islândia perde primeiro glaciar e realiza funeral para honrar ‘Ok’

“Nos próximos 200 anos, estima-se que todos os nossos glaciares sigam o mesmo caminho. Este monumento serve para reconhecer que nós sabemos o que está a acontecer e o que precisa de ser feito”, lê-se na descrição da placa colocada para honrar Okjökull.

Gronelândia é “um grande negócio imobiliário” para Trump. Dinamarca diz que compra é “ideia absurda”

A última tentativa de compra da Gronelândia aconteceu em 1946 por Harry Truman. Apesar dos governantes da Dinamarca e da Gronelândia ressalvarem que a compra não vai acontecer, Trump sustentou que seria “um bom negócio imobiliário”
Comentários