Bolsa nacional encerra em alta, com Mota-Engil e CTT em destaque

O principal índice nacional, PSI 20, somou 0,11% para 5.642,35 pontos, impulsionado pelos ganhos da Mota-Engil e dos CTT.

Reuters

A bolsa portuguesa encerrou em alta, esta quinta-feira, dia 9 de agosto, numa sessão marcada por um sentimento misto nas congéneres europeias. O principal índice nacional, PSI 20, somou 0,11% para 5.642,35 pontos, impulsionado pelos ganhos da Mota-Engil e dos CTT.

Em destaque nesta sessão estiveram as ações da Mota-Engil, que subiram 3.04% para os 2.8850 euros. A acompanhar a tendência estiveram os CTT, que avançaram 1.51% para 3,228 euros, e a Altri, que valorizou 1.01% para 8,970 euros.

Em terreno positivo, encerraram também a EDP (0,17%), a EDP Renováveis (0,34%), a Sonae (0,55%), o BCP (0,65%), a Ibersol (0,21%), a NOS (0,24%) e a Navigator (0,30%).

A destacar-se pela negativa estiveram as ações da Galp Energia, que perderam 0,92% para 17,730 euros, “apesar do preço do petróleo nos mercados internacionais estar a registar variações pouco relevantes”, notam os analistas do BPI Online.

A cotação do barril de Brent, que serve de referência para a Europa, desvaloriza 0,12% para 72,19 dólares, enquanto a do crude WTI perde ligeiramente 0,04%, para 66,91 dólares por barril.

A negociar no ‘vermelho’, estiveram também a Corticeira Amorim (-0,19%), a Pharol (-0,22%), a Semapa (-0,50%), a Jerónimo Martins (-0,46%), a REN (-0,16%), a F. Ramada (-0,98%) e a Sonae Capital (-0,34%).

As restantes bolsas europeias fecharam mistas e com variações bastante contidas. O índice alemão DAX somou 0,34%, o francês CAC 40 ganhou ligeiramente 0,01% e o espanhol IBEX 35 apreciou 0,05%. Em contraciclo, o holandês AEX caiu 0,26%, o italiano FTSE MIB desvalorizou 0,72% e o britânico FTSE 100 perdeu 0,43%.

“As tensões geopolíticas dominaram o sentimento de mercado. As praças europeias encerraram maioritariamente no verde, ainda que com ganhos ligeiros”, explica Ramiro Loureiro, analista do Mtrader, do Millennium BCP. “A imposição de novas sanções dos EUA à Rússia foi um dos destaques, levando a uma depreciação do rublo russo face ao dólar. Movimento semelhante na lira turca em reação ao conflito diplomático entre a Turquia e os EUA”, acrescenta.

No mercado cambial, o euro cai 0,38% para 1,156 dólares e a libra deprecia 0,09%, para 1,286 euros.