Bolsas de estudo vão chegar a 1424 estudantes universitários do Funchal

As bolsas de estudo atribuídas pela autarquia abrangem estudantes do Funchal que estejam na Madeira, Continente, ou no estrangeiro, com um apoio que pode chegar aos 1000 euros por ano.

As bolsas de estudo vão chegar a 1424 estudantes universitários do Funchal.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, mostrou-se satisfeito com esta adesão às bolsas de estudo atribuídas pela autarquia, acrescentando que isto mostra “a preponderância desta medida”.

O autarca referiu que a Madeira “continua a ter uma taxa muito baixa de frequência” no Ensino Superior, algo que o município tem procurado contrair através de uma defesa de “uma educação acessível a todos” criando “cada vez mais oportunidades e futuro” para os nossos jovens.

“Não tenho dúvidas de que só há uma forma da Madeira crescer e desenvolver-se, e é através da formação e da qualificação”, afirmou Cafôfo.

As bolsas de estudo abrangem os estudantes do Funchal, quer estejam na Madeira, Continente, ou estrangeiro, até um apoio de 1000 euros por ano, durante os três primeiros anos.

 

Ler mais
Relacionadas

Funchal: O que precisa de saber sobre as bolsas de estudo do ensino superior

Já foram efetuadas 606 candidaturas às bolsas de estudo universitárias atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal. Este apoio está disponível para quem tem residência no município e estuda na Madeira, Continente, Açores, ou no Estrangeiro. Está orçamentada uma verba de 1,4 milhões de euros.
Recomendadas

Cafôfo defende plano integrado para saúde mental

O candidato do PS Madeira ao Governo Regional disse que o apoio concedido a estas instituições é muito baixo, e sublinhou a importância de trabalhar em rede desde os cuidados primários aos continuados.

Madeira: Governo reafirma esforço para implementar mecanismo de protecção de dados

O diretor regional adjunto das Finanças, Rogério Gouveia, disse que a participação da região em exercícios de cibersegurança tem permitido analisar as vulnerabilidades e riscos do ciberespaço, bem como os condicionamentos que a descontinuidade territorial comporta e a consequente dependência das comunicações.

Saiba como preencher uma queixa no livro de reclamações

Há vários meios para reclamar: o contacto direto com o vendedor/prestador de serviços, o envio de carta registada com aviso de receção ou a queixa no livro de reclamações.
Comentários