Bolsas europeias a ‘vermelho’. Petróleo recua 3%

A EDP perde 1,35%, para 3,06 euros, depois de a Fitch anunciar que manteve o rating de longo prazo de “BBB-” e de curto prazo de “F3” da EDP e da EDP Finance BV. A mesma agência de notação financeira subiu hoje o rating do BCP (-2,09%), mas manteve-o em ‘lixo’.

A bolsa portuguesa mantém-se em terreno negativo a meio da manhã desta quinta-feira, dia 6 de dezembro. O principal índice português, PSI 20, recua 1,84%, para 4.830,74 pontos, pressionado por quedas como as do BCP (-2,09 %, para 0,24 euros), da Jerónimo Martins (-2,81%) e da Galp Energia (-2,84%).

Os CTT – que ontem anunciaram que a antiga estação na Rua da Palma, em Lisboa, foi alienada por 10,3 mil milhões de euros, gerando uma mais-valia de 8,5 mil milhões de euros ao operador postal – recuam 1,43%.

A EDP perde 1,35%, para 3,06 euros, depois de a Fitch anunciar que manteve o rating de longo prazo de “BBB-” e de curto prazo de “F3” da EDP e da EDP Finance BV. Ainda neste setor, nota para o deslize 1,32% da REN. A mesma agência de notação financeira subiu hoje o rating do BCP, mas manteve-o em ‘lixo’.

A Europa negoceia igualmente pessimista, com a deterioração do sentimento dos investidores durante a sessão asiática. O índice alemão DAX tomba 2,40%, o britânico FTSE 100 resvala 2,46%, o francês CAC 40 desvaloriza 2,24%, o italiano FTSE MIB perde 2,35%, o espanhol IBEX 35 desce 1,82% e o holandês AEX recua 2,35%. O Euro Stoxx desliza 2,14%.

A marcar o mercado petrolífero está a reunião de hoje da OPEP, na cidade de Viena, em Áustria. A cotação do barril de Brent recua 3,43%, para 59,45 dólares, enquanto a cotação do crude WTI perde 3,35%, para 51,12 dólares por barril. Segundo assinalam os analistas do CaixaBank/BPI Research, depois de o petróleo ter perdido 20% ao longo deste mês, o cartel está pressionado em reduzir a produção.

“Nos últimos dois meses, o mercado petrolífero sofreu uma profunda alteração de perceções da relação entre a oferta e a procura. Até ao início desse mês, os investidores acreditavam que a oferta deveria corresponder sensivelmente à procura durante o próximo ano. No entanto, os crescentes sinais de abrandamento da economia global aliados ao facto de quase todos os principais produtores operarem na sua capacidade máxima conduziu muitos investidores a anteciparem uma oferta excessiva que os induziu a vender”, referem.

Os múltiplos temas em cima do tabuleiro estão a deixar os investidores um pouco sem rumo e isso traz volatilidade aos mercados, de acordo com Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp. O analista salienta também a atenção dos investidores à prisão da CFO da Huawei no Canadá, por potenciais violações das sanções ao Irão – que provocaram indignação da China e complicaram as negociações comerciais.

“No Brexit Theresa May desespera por apoio no parlamento ao acordo traçado com Bruxelas e na Guerra Comercial EUA/China os acordos que num dia são dados como alcançados no dia seguinte surgem como mais difíceis. A Itália pede-se um orçamento que cumpra com as metas de défice impostas pela Comissão Europeia. Nos EUA a estrutura de taxas de juro também não ajuda os mercados de ações, uma vez que os credores estão a exigir menores yields em financiamentos a 2 e a 3 anos do que a 5 anos, um fenómeno que a alastrar-se para os 10 anos tem historicamente dado sinais de recessões futuras”, explica.

Quanto ao mercado cambial, nota para a depreciação de 0,05% do euro face ao dólar (1,1338) e para a valorização de 0,05% da libra perante a divisa dos Estados Unidos (1,2741).

Ler mais
Relacionadas

De ‘Waal Straat’ aos salários de seis dígitos. Sete curiosidades sobre Wall Street

“O gato morto saltou” é uma das expressões típicas utilizadas por quem trabalha em Wall Street. Há outras curiosidades que explicam a história e a dinâmica da segunda maior praça financeira do mundo.

Queda da Altri lidera perdas na bolsa de Lisboa. Europa em queda

As ações da Altri caíram mais de 6% e marcaram a sessão. A Europa fechou em correção com os principais índices em queda de mais de 1%. O petróleo recupera e os juros soberanos caem.
Recomendadas

EDP e EDP Renováveis elevam PSI20. Praças europeias encerram mistas

O principal índice bolsista português encerrou a sessão desta quinta-feira com uma ligeira subida 0,04%, para 5.267,78 pontos. As congéneres europeias terminaram com diferentes tendências face a decisão do FED apenas conhecida ontem após o fecho dos mercados na Europa.

34 anos depois, Wall Street volta a ‘vestir’ Levi Strauss. Regresso com subida superior a 30%

Para regressar aos mercados, a empresa colocou em circulação 36,66 milhões de ações, que chegaram aos investidores com um preço fixado de 17 dólares por título, um valor superior ao valor de referência fixado na oferta de saída que se situava entre os 14 e os 16 dólares.

Wall Street em alta depois da Fed manter as taxas de juro

Na indústria da saúde, a Biogen, gigante da biotecnologia, registou um tombo de mais de 27% depois de ter revelado que o seu medicamento experimental para combater a doença de Alzheimer não mostrou eficácia e a empresa parou o seu desenvolvimento.
Comentários