Brasil e Chile devem assinar acordo de comércio livre até ao final deste ano

Acordo foi alcançado na última sexta-feira, 19 de outubro e deste acordo fazem parte a não cobrança de taxas de roaming internacional para chamadas e dados móveis nos países do outro país.

Brasil e Chile devem assinar até ao final de 2018 um acordo de comércio livre, revelou o governo brasileiro em comunicado. O acordo foi alcançado na última sexta-feira, 19 de outubro e dele fazem parte a não cobrança de taxas de roaming internacional para chamadas e dados móveis nos países do outro país.

O acordo incluiu também assuntos como o comércio online, meio ambiente, trabalho e medidas anti-corrupção.

O Chile é o segundo maior parceiro comercial do Brasil na América do Sul, enquanto o Brasil é o maior parceiro comercial do Chile na América Latina, segundo o comunicado. No ano passado, os dois tinham um comércio no valor de 7,3 mil milhões de euros.

As negociações tiveram início em abril de 2017.

Recomendadas

Petróleo rendeu ao Estado angolano quase 10 mil milhões de euros em 2018

Angola exportou em todo o ano de 2018 um total de 536.836.904 barris de crude, a uma média de 70,34 dólares por cada barril, contra uma previsão, inscrita no OGE, de 620 milhões de barris e uma estimativa de 50 dólares cada.

Marcelo convida Lagarde para próxima reunião do Conselho de Estado

A convite do Presidente da República, diretora do FMI vem a Portugal discutir as repercussões mundiais do ‘Brexit’.

Parlamento Europeu aprova fundo de 700 mil milhões de euros para investimentos na UE até 2027

Previsto está agora que o InvestEU “mobilize mais de 698 mil milhões de euros de investimentos públicos e privados na UE entre 2021 e 2027, acima dos 650 mil milhões indicados na proposta da Comissão Europeia”, acrescenta o Parlamento Europeu.
Comentários