Brasil e Chile devem assinar acordo de comércio livre até ao final deste ano

Acordo foi alcançado na última sexta-feira, 19 de outubro e deste acordo fazem parte a não cobrança de taxas de roaming internacional para chamadas e dados móveis nos países do outro país.

Brasil e Chile devem assinar até ao final de 2018 um acordo de comércio livre, revelou o governo brasileiro em comunicado. O acordo foi alcançado na última sexta-feira, 19 de outubro e dele fazem parte a não cobrança de taxas de roaming internacional para chamadas e dados móveis nos países do outro país.

O acordo incluiu também assuntos como o comércio online, meio ambiente, trabalho e medidas anti-corrupção.

O Chile é o segundo maior parceiro comercial do Brasil na América do Sul, enquanto o Brasil é o maior parceiro comercial do Chile na América Latina, segundo o comunicado. No ano passado, os dois tinham um comércio no valor de 7,3 mil milhões de euros.

As negociações tiveram início em abril de 2017.

Recomendadas

Governo também vai baixar duração máxima dos contratos a prazo no Estado para dois anos

“O Governo assume desde já o compromisso, como empregador, de emitir uma orientação a todos os serviços para respeitarem os tempos que estão previstos no Código do Trabalho”, disse o ministro do Trabalho.

Número de turistas no Algarve cresceu 9,3% no primeiro semestre de 2019

A Algarve recebeu, entre janeiro e junho, mais 9,3% de hóspedes do que no mesmo período de 2018, o que representa mais 3,3% de dormidas e um aumento de 7,9% nos proveitos totais, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

Primeiro-ministro de Itália demite-se

Giuseppe Conte arrasou o ‘seu’ ministro do Interior, Matteo Conte, a quem acusou de ter um projeto pessoal que não passa necessariamente por aquilo que são as prioridades do país.
Comentários