Bruno de Carvalho pronunciado por difamação ao presidente do ACP

O Automóvel Club de Portugal fez saber em comunicado que o presidente do Sporting CP vai ser pronunciado por ofensa à honra do clube e por difamação do seu presidente.

O Automóvel Club de Portugal (ACP) informa em comunicado oficial que “acaba de ser notificado do Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, de 7 de junho passado, que decidiu pronunciar Bruno de Carvalho, atual Presidente do Sporting Clube de Portugal, pelos crimes de ofensa a honra a pessoa coletiva e de difamação, praticados em Abril de 2016, contra o ACP e o seu presidente da direção Carlos Barbosa”.

O Tribunal da Relação de Lisboa concluiu que, quando Bruno de Carvalho, em abril de 2016, “acusou falsamente o presidente da direção do ACP de ter recorrido a ‘estratagemas’ para ganhar as eleições do ACP de 2015, sabia que estas afirmações não eram verdadeiras e que atuou com o intuito de atingir a credibilidade e o prestígio do ACP”.

O ACP “congratula-se com esta decisão judicial, que dignifica os tribunais portugueses, e aguarda serenamente a decisão final deste processo judicial, esperando naturalmente que o mesmo termine com a condenação definitiva de Bruno de Carvalho pelos crimes que praticou contra a credibilidade e o prestígio do ACP e a honra e consideração do seupPresidente da direção”.