Comissão Europeia reforça apoio a produtores de fruta face a embargo russo

A ajuda abrange quatro grupos de frutos: maçãs e peras, ameixas, citrinos e pêssegos e nectarinas, sendo elegíveis 935 toneladas de peras e maçãs em Portugal.

A Comissão Europeia decidiu esta sexta-feira estender, a partir de 1 de julho e até 30 de junho de 2018, o programa de apoio aos agricultores europeus nos setores dos laticínios, frutas e legumes, face ao prolongamento do embargo da Rússia, informa a agência Lusa.

O esquema de ajudas, no valor de 70 milhões de euros, destina-se a retirar do mercado produtos que não são escoados e a ajudar a que sejam distribuídos, por exemplo, a organizações de caridade ou usados para alimentação de animais.

A Rússia vai prolongar o embargo a produtos alimentares oriundos do Ocidente por mais 18 meses em reação à decisão da União Europeia (UE) de prorrogar até janeiro de 2018 as sanções económicas contra Moscovo.

Recomendadas

Respostas Rápidas: O PSD propõe a privatização total do SNS?

A “Reforma Estrutural do SNS” apresentada pelo PSD aponta para o fornecimento de cuidados de saúde pelos setores público, privado e social, abrindo o caminho para o estabelecimento de mais Parcerias Público-Privadas.

Rio de Janeiro multa bares e restaurantes que oferecem palhinhas de plástico

As autoridades do Rio de Janeiro começaram hoje a multar os cafés, restaurantes e bares de praia da emblemática cidade brasileira que oferecem palhinhas de plástico aos clientes. ”Estamos na vanguarda de uma grande luta em defesa do meio ambiente”.

Sismo de 2,7 na escala de Richter sentido na Terceira

De acordo com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, o ‘abanão’ foi “sentido em Angra do Heroísmo” e o CIVISA “continua a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário”.
Comentários