Cabo Verde: preços dos produtos importados aumentaram 2,0% em agosto

Relativamente ao mês de agosto de 2017, o índice de preço da importação aumentou 10,9% face ao mês de Agosto de 2017, os índices, subjacente e volátil na importação, verificaram em Agosto de 2018, acréscimos de 13.1% e de 5,4%, respetivamente.

A taxa de crescimento homóloga dos preços dos produtos importados em Cabo Verde quase duplicou em agosto, face a julho, passando de 1,1% para 2%, segundo so dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira, 25 de setembro.

A taxa de variação mensal dos preços dos produtos exportados fixou-se em 1,2% em Agosto de 2018, valor superior em 0,4 pontos percentuais face ao registado no mês anterior, enquanto a taxa de variação mensal registada pelo Índice de Termos de Troca foi de – 0,8%, valor inferior em 0,6 p.p. face ao registado no mês anterior.

Em agosto, o índice de preço da importação situou-se em 103,6 tendo conhecido um aumento de 2,0% relativamente ao mês anterior.

Os índices, subjacente e volátil na importação, verificaram nesse período acréscimos de 1,4% e de 3,6%, respetivamente, face ao mês de Julho de 2018.

De acordo com a mesma fonte, por destino econômico dos bens, todas as categorias contribuíram para a subida de preços na importação, avançando que a categoria de “Bens de Consumo” registou uma subida de 0,6% , “bens Intermédios” foi de 5,6% “Bens de capital” subiu 5,8% “Combustíveis” registou uma subida de 1,0%.

“Nas importações por principais secções do Sistema Harmonizado (SH), registaram-se aumentos mais expressivos de preços nas secções: Animais vivos e produtos do reino animal (6,6%); XIII – Obras de pedras gesso e cimento, amianto, mica e de matérias semelhantes, produtos cerâmicas, vidros e suas obras (15,4%); XV – Metais comuns e suas obras (7,4%) e XVII – Material de transporte (2,0%)”, lê-se no documento.

Por outro lado, as diminuições de preços de maior relevância observaram-se nas secções dos Produtos do reino vegetal (-5,9%), Produtos minerais (-21,3%) e IX – Madeiras, carvão vegetal e obras de madeira; cortiça e suas obras (-9,4%), diminuições essas, conforme o INE que contribuíram para atenuar a evolução positiva do Índice Global da importação.

O índice de preço nas exportações situou-se em 104,0, correspondendo a um acréscimo de 1,2% face ao mês anterior enquanto os índices, subjacente e volátil na exportação, verificaram acréscimos de 0,9% e de 1,9%, respetivamente, face ao mês de Julho de 2018.

Relativamente ao mês de agosto de 2017, o índice de preço da importação aumentou 10,9% face ao mês de Agosto de 2017, os índices, subjacente e volátil na importação, verificaram em Agosto de 2018, acréscimos de 13.1% e de 5,4%, respetivamente.

Ainda de acordo com a mesma fonte, nesse mesmo período a taxa de variação homóloga do índice de preço das exportações situou-se em 3,1%, indicando por outro lado que face ao mês de Agosto de 2017 o índice subjacente na exportação verificou, em acréscimo de 6,1% enquanto o índice volátil na exportação diminuiu 3,8% face ao mês de Agosto de 2017.

Já o Índice de Termos de Troca (ITT) situou-se em 100,4 com uma taxa de variação homóloga negativa de 7,0%.

Durante o período em análise, registou-se uma deterioração nos índices de termos de troca, com uma diminuição global de 0,8%, comparativamente ao mês anterior, revela o INE.

O Índice de Preços do comércio externo (ICE) é um indicador que tem por finalidade obter informação mensal sobre a evolução dos preços das trocas comerciais entre Cabo Verde e o resto do mundo.

O valor unitário é obtido a partir da razão entre o valor dos bens transacionados e a sua quantidade, sendo expresso em escudos cabo-verdianos por Kg e traduz o preço por unidade de medida.

 

Ler mais
Recomendadas

Nove empresas entram no capital do transporte marítimo de Cabo Verde

Um grupo de nove armadores (Cabo Verde Fast Ferry, Polaris, Adriano Lima, Verdemar, Santa Luzia Salvamento Marítimo, Jô Santos & David, União de Transportes Marítimos, Oceanomade e Aliseu) assumiu 49% do capital social da Inter-ilhas, que tem como sócio maioritário a portuguesa Transinsular.

Governo de Cabo Verde: “Assédio a turistas não vai continuar a ser tolerado”

O líder do executivo cabo-verdiano propõe ainda que a problemática da sustentabilidade do turismo seja vista na ótica de oportunidades.

Presidente de Cabo Verde lança livro em Portugal

A obra, intitulada “A Sedutora Tinta de Minhas Noutes”, é apresentada esta terça-feira no Teatro Almeida Garrett, na Póvoa do Varzim.
Comentários