Cabo Verde promove semana dedicada aos oceanos

Cabo Verde Ocean Week é o nome de uma semana dedicada aos oceanos, que o Governo quer realizar no próximo mês de Novembro. A resolução que define o âmbito deste evento, que irá decorrer na ilha de São Vicente, foi publicada, hoje,  no Boletim Oficial.

O objectivo deste que é o primeiro evento desta envergadura a ser realizado no país, “é elevar a consciencialização e fomentar o diálogo sobre a essência, a importância e a sustentabilidade dos oceanos, visando criar uma cultura voltada para preservação e conservação da saúde do mar e explorar de forma sustentável os recursos marinhos nos mares sob a jurisdição de Cabo Verde”, pode-se ler na resolução, do Conselho de Ministros, publicada hoje no BO- Boletim Oficial.

Para a realização do Cabo Verde Ocean Week o governo criou uma comissão que integrará membros de vários ministérios. O financiamento deste evento não será apenas com verbas inscritas no Orçamento do Estado, mas também provenientes das licenças de pesca industrial, do projeto de apoio à reforma do sector dos transportes colocados à disposição pelo Banco Mundial e ainda de patrocínios e apoios concedidos por empresas e entidades públicas e privadas, nacionais ou internacionais.

Personalidades cabo-verdianas e estrangeiras, com conhecimento no sector dos mares e dos oceanos,  e especialistas de reconhecido mérito mundial estão  entre os possíveis convidados para a semana dos Oceanos de Novembro.

O Cabo Verde Ocean Week, será realizado anualmente e de cada evento espera-se que saiam estratégias e medidas para cuidar do oceano que sirvam para apresentar Cabo Verde como palco privilegiado da economia azul, que vá de encontro da pretensão do governo de criar uma plataforma marítima no atlântico médio.

Recomendadas

Centro de Língua Portuguesa Camões inaugurado amanhã em Mindelo

O centro de língua portuguesa localizado em Cabo Verde integra uma rede de mais de 70, presentes em 43 países, e é financiado pelo Instituto Camões.

Preços da oferta turística em Cabo Verde caem 5,2% no segundo trimestre

A atividade turística nas ilhas de Santo Antão, Sal, Boa Vista e Santiago corresponde a mais de 97% do total nacional deste país.

Banco de Cabo Verde vai retirar de circulação nota com imagem de António Aurélio Gonçalves

Em causa está a  “inexistência de stock” por parte do banco central cabo-verdiano para a renovação da circulação de algumas denominações e porque “não se justifica a circulação simultânea de duas séries de notas.”
Comentários