Câmara de Cascais quer criar plano para reflorestar Parque Natural

A autarquia de Cascais quer criar uma Zona de Intervenção Florestal (ZIF) no Parque Natural Sintra-Cascais para reflorestar a área ardida no incêndio de 2018 e recuperar a atividade agrícola na zona, foi esta sexta-feira, 1 de agosto, anunciado.

O Parque Natural Sintra-Cascais foi afetado por um incêndio florestal em outubro de 2018, que consumiu perto de 500 hectares.

Quase um ano depois deste incêndio, o município de Cascais, no distrito de Lisboa, pretende iniciar um processo para a criação de uma ZIF, que, segundo a autarquia, “será essencial para estabelecer um novo ordenamento e recuperar alguma da biodiversidade que ali existiu”.

“Os sucessivos fogos que têm ocorrido foram modelando a paisagem, que, embora seja uma área protegida, do ponto de vista da biodiversidade deixa a desejar”, apontou à agência Lusa o presidente do conselho de administração da empresa municipal Cascais Ambiente, Luís Capão.

O responsável explicou que a maioria dos terrenos inseridos no Parque Natural pertencem a privados, sendo por isso objetivo da autarquia envolvê-los no projeto.

“A criação de uma ZIF permitirá agregar os vários proprietários sob uma única entidade. Queremos ouvi-los e que nos ajudem neste processo”, sublinhou, acrescentando que “este ganho de escala será uma porta aberta aos fundos comunitários”.

Antes de dar esse passo, a Câmara de Cascais vai apresentar publicamente o Plano de Paisagem que elaborou, num horizonte de 20 anos , onde pretende identificar usos e funções do território, ordenar acessos e normas de utilização dos espaços, enunciar medidas de proteção local e monitorizar a evolução da fauna e da flora.

A inspiração para este plano, segundo referiu Luís Capão, surgiu de cartografias antigas do Parque Natural, onde predominavam as áreas agrícolas e de pastorícia.

“A área protegida ganha, assim, maior resiliência, garantindo mais segurança às comunidades locais e visitantes e facilitando a vigilância e o combate a incêndios”, atestou.

Luís Capão referiu que a autarquia perspetiva concluir o processo de criação da ZIP até ao próximo ano.

A Câmara Municipal de Cascais vai promover esta noite uma primeira sessão de esclarecimento público, estando prevista a realização de mais duas.

Ler mais
Recomendadas

Iberdrola reduz o preço da electricidade em 50% durante 6 meses

A redução de 50% sobre o termo da energia estará em vigor até ao dia 31 de julho, anuncia a comercializadora do grupo espanhol.

EDP vai apoiar oito projetos sustentáveis e de energia renovável na África subsariana

Está previsto um financiamento de cerca de meio milhão de euros através do Fundo A2E (Access to Energy) para promover estes projetos em Moçambique, Quénia, Tanzânia, Maláui e Nigéria.

Menos emissões e mais reciclagem. Associação Zero destaca 12 números que devem mudar no ambiente

A Associação Zero alerta para alguns números que se têm de melhorar em Portugal, nomeadamente em metas propostas para este ano. No Dia Mundial do Ambiente, em que deve Portugal melhorar?
Comentários