Aliança garante que automóvel de Santana Lopes tem seguro em dia

O Correio da Manhã adianta que o carro de Santana Lopes, envolvido no aparatoso acidente da passada quarta-feira, está “sem registo de seguro”. Fonte oficial do partido garante que existe uma apólice da seguradora Tranquilidade.

Cristina Bernardo

Fonte oficial do Aliança garantiu ao Jornal Económico que o automóvel em que Pedro Santana Lopes e o candidato a eurodeputado Paulo Sande seguiam quando sofreram um acidente na A1, obrigando à hospitalização do líder do Aliança, tem seguro válido, contratado com a Tranquilidade. Esta informação veio na sequência de uma notícia na edição desta sexta-feira do Correio da Manhã que dava conta de que o Lexus tinha um seguro feito pela Seguradoras Unidas que havia expirado a 13 de setembro de 2018.

Segundo o serviço de verificação de matrícula disponibilizado pela Autoridade de Supervisão de Seguros (ASF), na hora do acidente o veículo não estava seguro, noticiou o Correio da Manhã (CM), esta sexta-feira. No entanto, a mesma notícia acrescentava que “o serviço de verificação de matrículas poderá estar desatualizado caso o seguro ainda não tenha sido inserido na base de dados ou a seguradora não o tenha comunicado”.

Fonte do Aliança dissera ao Correio da Manhã que a viatura de uso pessoal de Santana Lopes tem um contrato de ‘renting’ e que, portanto, estará segurada. O contrato do veículo está “em nome da sociedade de advogados de Pedro Santana Lopes”, adiantou a mesma fonte.

Segundo o CM, o tomador do seguro até 13 de setembro de 2018 era a Caetano Auto SA. A empresa garantiu esta quinta-feira ao CM, no entanto, ter vendido o veículo “em maio de 2018”. Mas não explicou por que razão manteve o seguro até setembro.

O líder do Aliança teve esta quinta-feira alta hospitalar, com recomendação para repouso, depois de ter sido hospitalizado na quarta-feira, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, na sequência de um acidente na A1.

(Notícia atualizada às 15h20 com a posição oficial do Aliança)

Ler mais
Recomendadas

Hoje há debate quinzenal com o primeiro-ministro sobre políticas ambientais e de valorização do território

Na agenda parlamentar de hoje destacam-se também o debate preparatório do Conselho Europeu e o debate com a participação do Governo sobre os instrumentos de governação económica da União Europeia. A próxima reunião do Conselho Europeu vai realizar-se nos próximos dias 20 e 21 de junho, para tomar decisões sobre as nomeações para o novo ciclo institucional e para adotar a Agenda Estratégica 2019-2024.

Presidente da União das Mutualidades nacional assume vice-presidência da União Mundial das Mutualidades

O Movimento Mutualista congrega cerca de uma centena de mutualidades, abrangendo dois milhões e meio de beneficiários, o equivalente a um quarto da população portuguesa. A proteção social, saúde, educação, ação social, turismo e lazer, caixas económicas, secções fúnebres, formação profissional, artes e cultura são áreas em que o Mutualismo atua.

PJ detém português suspeito de colaborar com o Estado Islâmico

O suspeito estava radicado no Reino Unido, de onde prestava apoio a combatentes da organização terrorista conhecida como Daesh.
Comentários