Carros novos vão passar a ter travagem de emergência automática a partir de 2020

Novo sistema de travões automáticos irá levar os veículos de passageiros e ligeiros de mercadorias a travarem automaticamente, aquando da circulação inferior a 60 quilómetros por hora.

Gleb Garanich/REUTERS

Os novos veículos de passageiros e ligeiros de mercadorias na Europa vão passar a travar de forma automática já a partir do próximo ano. Segundo a agência “Reuters”, este procedimento resulta de um acordo prévio para um regulamento ligado à ONU, feito entre a União Europeia e um total de 40 países, entre os quais o Japão.

O sistema avançado de travagem de emergência (AEBS na sigla inglesa) vai “ativar a travagem para evitar um acidente, e ponto final. Não vai andar, vai travar”, referiu Jean Rodriguez, porta-voz da United Nations Economic Comission for Europe (UNECE).

A UNECE sublinha que se encontra em fase de estudo para futuras alterações neste regulamento, por forma a prolongar as condições em que o sistema poderá proteger os peões, incluindo também os ciclistas, “que são muito mais difíceis de encontrar do que os restantes veículos”.

O AEBS vai ser aplicado em quatro milhões de novos carros anualmente no Japão, enquanto na União Europeia esse número quase quadriplica, chegando aos 15 milhões de novos veículos. Em 2016, mais de 9.500 mortes foram registadas em acidentes de carro em cidades da União Europeia, 40% dos quais relacionados com peões.

Fora deste acordo original de 1958, ficaram os Estados Unidos, a China e a Índia, apesar de terem grandes construtoras nacionais.

Recomendadas

PremiumSociedades anónimas têm quatro dias para identificar acionistas

Incumprimento pode determinar exoneração da qualidade de acionista. Advogados apontam contradições com proteção de dados

Centeno diz que 72% dos precários tiveram ‘luz verde’ para ingressar no Estado

O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse esta sexta-feira no parlamento que 72% dos trabalhadores que recorreram ao programa de regularização extraordinária dos vínculos precários do Estado (PREVPAP) tiveram parecer favorável, recusando que haja atrasos no processo.

PremiumCalçado português negoceia com Amazon canais para acelerar exportações

Acordo com o gigante Amazon permitiria ao setor do calçado aumentar canais de venda nos mercados de exportação. Agência Aicep está atenta aos contactos entre a APICCAPS e a Amazon.
Comentários