Carvalho das Neves e João Proença na lista de candidatura à liderança da Associação Mutualista Montepio

A candidatura ‘União e Confiança’, liderada por Fernando Ribeiro Mendes e que é, até ao momento, a única apresentada para as eleições da Associação Mutualista do Montepio Geral agendada para 7 de dezembro, divulgou esta quinta-feira os seus cabeças de lista para os diferentes corpos sociais da instituição.

Cristina Bernardo

João Proença e João Carvalho das Neves juntam-se a Costa Pinto e a Ribeiro Mendes na corrida à liderança da Associação Mutualista Montepio Geral.

A candidatura ‘União e Confiança’, liderada por Fernando Ribeiro Mendes é, até ao momento, a única apresentada para as eleições da Associação Mutualista do Montepio Geral agendada para 7 de Dezembro, e divulgou esta quinta-feira os seus cabeças de lista para os diferentes corpos sociais da instituição.

Para além dos nomes já conhecidos do atual administrador da Associação Ribeiro Mendes e de João Costa Pinto, para encabeçarem respetivamente as listas ao Conselho de Administração e ao Conselho Geral, foram agora anunciados os nomes de João Proença (ex-UGT) e de João Carvalho das Neves, o primeiro para presidente da Assembleia Geral e o segundo para presidente do Conselho Fiscal.

Ex-secretário-geral da UGT, João Proença é atualmente presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, o sistema de saúde dos funcionários e aposentados do Estado. Quanto a João Carvalho das Neves, é professor catedrático no ISEG e autor de diversas obras sobre Economia, Gestão e Finanças.

Até ao fim do mês a atual administração liderada por António Tomás Correia irá apresentar uma lista de candidatura às eleições de 7 de dezembro. O atual presidente da Associação dona da Caixa Económica Montepio Geral ainda não sabe se essa lista será encabeçada por si ou por alguém da sua confiança. Mas o membro da sua administração já se adiantou na competição.

De acordo com Fernando Ribeiro Mendes, ex-secretário de Estado dos governos Guterres e presidente do Conselho Consultivo do IGFCSS – Instituto de Gestão dos Fundos de Capitalização da Segurança Social: “A experiência, a dedicação e o profissionalismo demonstrados ao longo da sua vida profissional pelas cabeças de lista que agora integram a ‘União e Confiança’ comprovam a abrangência da nossa lista e a convergência de vontades em inverter o estado em que se encontra a Associação Mutualista do Montepio. Chegou a hora de virar a página e de fazer jus à missão da nossa instituição, através de uma visão na qual se reconheçam todos os associados que partilham da mesma vontade na prossecução de uma mudança, tranquila mas afirmativa”.

Tomás Correia têm questionado em vários fóruns o facto de Ribeiro Mendes assumir a necessidade de uma alternativa a uma administração de que ainda faz parte e da qual não pediu a demissão. Em entrevista ao Dinheiro Vivo disse esta semana que  todas as decisões na instituição foram tomadas “colegialmente pela administração” e tiveram o apoio do conselho geral.

Ler mais
Recomendadas

KKR ganha concurso para a compra da carteira de 1,75 mil milhões de malparado do Novo Banco

O Novo Banco escolheu o fundo KKR que se apresentou a concurso com a Hipoges e com LX Partners, segundo apurou o Jornal Económico. O preço foi decisivo na escolha. A LX Partners vai ficar com os crédito ‘unsecured’ (sem garantias), tipo crédito ao consumo.

Emissão de obrigações do Novo Banco premiada pela International Financial Review

A primeira dívida subordinada emitida pelo Novo Banco, em junho de 2018, marcou o regresso da instituição financeira aos mercados. A operação incluiu a troca de obrigações sénior, tem maturidade de dez anos, com possibilidade de reembolso a partir do final do quinto ano, foi colocada junto de investidores privados com uma taxa de juro de 8,5%.

Bancos espanhóis perdem 43 mil milhões na bolsa este ano

Quando faltam duas semanas para o fim do ano, o valor de mercado dos seis grandes bancos espanhóis cotados na Bolsa de Madrid já encolheu 23,8% face a 2017.
Comentários