Casinos caem mais de 5% e desanimam Wall Street

A Microsoft está a subir 1,57% para 304,50 dólares, horas depois de ter divulgado que aprovou a nomeação do seu presidente, Brad Smith, para o cargo de vice-presidente e um programa de recompra de ações de 60 mil milhões de dólares (cerca de 51 mil milhões de euros).

Reuters

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta quarta-feira em terreno negativo, regressando às perdas depois de um arranque de semana mais animador. Ainda assim, as quedas são tímidas.

Wall Street começou as negociações com o índice industrial Dow Jones a deslizar 0,13% para 34.577,57 pontos e o financeiro Standard & Poor’s (S&P) 50o e o tecnológico Nasdaq na linha d’água (-0,01%) e (-0,02%) para 4.443,00 pontos e 15.039,60 pontos, respetivamente. Por sua vez, o Russel 2000 desvaloriza 0,02% para 4.443,00 pontos.

A Microsoft está a subir 1,57% para 304,50 dólares, horas depois de ter divulgado que aprovou a nomeação do seu presidente, Brad Smith, para o cargo de vice-presidente, meses após Satya Nadella ter assumido o cargo de presidente do conselho de administração da tecnológica. E não só: a gigante do software anunciou um aumento de dividendos de 11% e um programa de recompra de ações de 60 mil milhões de dólares (cerca de 51 mil milhões de euros).

Em destaque, no ‘encarnado’, continuam os casinos. A Wynn Resorts (-9,81% para 83,20 dólares) e a Las Vegas Sands (-5,61% para 36,54 dólares), concessionárias com operações em Macau, afundam pelo segundo dia consecutivo, na sequência de a região administrativa especial chinesa ter dado início a um período de 45 dias de análise a regulamentações mais rígidas para a indústria do jogo.

Os analistas do Bankinter destacam que o Índice de Preços no Consumidor (IPC) acumulou “uma subida até 5,4% em julho desde 1,4% no início do ano”, o que “apoia a mensagem” da Reserva Federal norte-americana (Fed) de inflação “transitória”.

“A confirmação da moderação da pressão inflacionária americana, especialmente na sua leitura subjacente e a ausência de indicadores macro muito relevantes na sessão de hoje, deverão contribuir para manter o bom tom de fundo nos mercados obrigacionistas (preço) e nas bolsas, reduzindo a necessidade de mudanças na política monetária da Fed na próxima semana”, explicam, em research.

O preço do ‘ouro negro’ está a subir mais de 2%. O preço do WTI, produzido no Texas, sobe 2,85% para os 72,47 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 2,62% para os 75,53 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro está a ganhar 0,12% face ao dólar, para os 1,1816 dólares, enquanto a libra esterlina está a somar 0,21% face à moeda dos Estados Unidos, para os 1,3836 dólares.

Recomendadas

Preocupações sobre ritmo da recuperação económica afetam Wall Street

No arranque da sessão as ações de entidades bancárias como o Morgan Stanley estão a cair 2,88%, enquanto o JP Morgan desce 2,36%. Já o Bank of America deprecia 3,04%.

Valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário atinge 10,7 mil milhões em agosto

O valor sob gestão é ligeiramente superior a julho. A Square AM (11,8%), a Interfundos (11,7%) e a Caixa Gestão de Ativos (9,1%) detinham as quotas de mercado mais elevadas.

Bolsa de Lisboa continua a desvalorizar no dia de estreia da Greenvolt

 No dia da sua estreia, a Greenvolt que abriu sessão com perdas ,mantém a tendência negativa, com uma descida de 4,65% para 5,95 euros.
Comentários