Catarina Martins propõe Marisa Matias como cabeça de lista às europeias

A coordenadora do BE, Catarina Martins, anunciou hoje, na XI Convenção Nacional, que vai propor a atual eurodeputada do partido, Marisa Matias, como cabeça de listas às eleições europeias do próximo ano.

“A proposta que farei à próxima Mesa Nacional, se assim for o sentido da decisão desta Convenção, é esta: que seja a Marisa Matias a nossa primeira voz nas eleições europeias de maio de 2019”, anunciou Catarina Martins na sua intervenção na abertura da XI Convenção Nacional do BE, que decorre até domingo em Lisboa, perante uma longa ovação, de pé, dos delegados.

Responder “à altura das responsabilidades que o Bloco tem hoje”, na opinião da líder bloquista, “não exige menos” do que “ter a melhor candidata no Parlamento Europeu”, sendo Marisa Matias não só “a melhor candidata que o Bloco pode ter, mas a melhor candidata que o país pode ter”.

As eleições europeias de 2019 estão marcadas, em Portugal, para dia 26 de maio do próximo ano.

Relacionadas

Marisa Matias: “O BE quer ter mais poder de intervenção no futuro do país”

Marisa Matias acredita que só uma governação à esquerda pode dar resposta aos problemas sociais e laborais que abalam o país e não descarta alianças com quem estiver disponível para avançar com políticas de esquerda para o país.

BE reúne-se na XI Convenção Nacional com legislativas de 2019 em vista

Na moção A “Um Bloco mais forte para mudar o país”, que acolheu o maior número de votos na eleição prévia de delegados, os bloquistas afirmam que querem ser “força do Governo” e prometem fazer “tudo aquilo que o Partido Socialista (PS) não fez”.
Recomendadas

Segurança do cofre do Banco de Portugal pode estar em risco. Militares não recebem há quase 7 meses

Este serviço de segurança é pago pelo próprio Banco de Portugal ao Ministério da Administração Interna que tutela a GNR. “O banco não é o problema, a GNR não é o problema”, assumiu um militar à Record TV Europa.

Isabel Estrada ocupa lugar no Parlamento Europeu na bancada socialista

A professora universitária e investigadora Isabel Estrada Carvalhais, que ocupa o primeiro lugar na lista dos não eleitos socialistas nas europeias, entra para o Parlamento Europeu após a morte André Bradforf.

Terceira ponte sobre o Tejo volta a ser discutida 10 anos depois

A ponte anunciada por José Sócrates acabou por ser cancelada em 2010. Os custos foram então estimados entre 1,7 mil milhões e 1,9 mil milhões.
Comentários