CDS a favor da recondução de Joana Marques Vidal

Assunção Cristas pede para que o Presidente da República ouça os partidos sobre escolha de nomeação do procurador-geral da República.

Cristina Bernardo

A líder do CDS-PP anunciou este sábado que vai pedir ao Presidente da República para que ouça os partidos sobre o processo de nomeação do procurador-geral da República (PGR) e insistiu na recondução de Joana Marques Vidal.

A posição foi transmitida por Assunção Cristas no final de uma reunião de cerca de uma hora com o presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, em Lisboa.

“Faço o apelo para que o senhor Presidente [da República] ouça os partidos neste processo. Sabemos bem que a competência da indicação é do Governo e da nomeação é do senhor Presidente da República, mas, face à importância do tema e à necessidade de termos garantias quanto ao perfil próximo PGR – espero que a atual possa ser reconduzida -, entendemos que seria importante o chefe de Estado poder ouvir todos os partidos”, justificou Assunção Cristas, citada pela agência Lusa.

Recorde-se que o semanário Expresso avança este sábado ser quase certo que Marcelo Rebelo de Sousa vai optar por reconduzir a atual procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, no cargo que ocupa atualmente.

Recomendadas

Diplomas para a legalização da canábis chumbados no Parlamento

Os diplomas de Bloco de Esquerda e PAN para a legalização da canábis para uso recreativo, foram ontem debatidos em Parlamento mas foram chumbados. PSD, PCP e CDS-PP votaram contra, enquanto que o PS defendeu votos mistos.

Rui Rio: “Isto não pode ser a política do bota abaixo permanentemente”

O presidente do PSD diz que a sua liderança saiu reforçada e pede “tranquilidade” para liderar o partido e que não “haja permanente ruído”.

Governo vai avaliar riscos de corrupção nos decretos-lei

“Não podemos ignorar os resultados dos múltiplos estudos de distintas entidades que invariavelmente apontam para estarmos longe de obtermos vencimento na luta contra a corrupção”, justificou o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.
Comentários