CDS-PP propõe duas tarifas para passes de transporte público na Madeira

Os centristas propõem uma tarifa de 30 euros para o Funchal, e de 50 euros para o resto da ilha. Com esta proposta o CDS-PP pretende reduzir as injustiças territoriais e fomentar a utilização do transporte público.

O CDS-PP Madeira quer uma maior equidade nos preços dos transportes. Os centristas vão propor que se aplique duas tarifas na Região. Uma de 30 euros para o concelho do Funchal e outra de 50 euros para o resto da ilha.

A ideia foi recebida com agradado pela Empresa de Automóveis do Caniço, que foi visitada pelos centristas esta sexta-feira.

A criação destas duas tarifas, defende Rui Barreto, líder do CDS-PP Madeira, visa trazer “uma maior coesão territorial e equidade no preço dos bilhetes” para o transporte terrestre de passageiros.

Este passe único, que consagra duas tarifas, uma para o Funchal e outra para o resto da ilha, vai ser incluída na discussão do Orçamento Regional.

“Estamos a ouvir as empresas de transportes coletivos para percebermos o que pensam da nossa ideia e devo dizer que está a ser bem recebida, mas também para assegurarmos que as empresas não vão ver reduzidas as indemnizações compensatórias pelo facto de baixarem o preço do bilhete”, explicou o centrista.

A proposta visa também “corrigir situações de injustiça”, salientou Rui Barreto. “Não é possível a uma pessoa que vive em Santana, que ganha o salário mínimo, ter de retirar 21 por cento do seu salário para trabalhar no Funchal, pagando cerca de 124 euros/mês pelo passe” clarificou.

Com estes passes os centristas esperam que se “reduza as injustiças territoriais” e se fomente “a utilização do transporte público” e uma maior qualidade ambiental.

Ler mais
Recomendadas

Alojamento e restauração lideram acidentes de trabalho na Madeira

O setor representou 17,9 dos acidentes de trabalho na Madeira.

Funchal: O que precisa de saber sobre as bolsas de estudo do ensino superior

Já foram efetuadas 606 candidaturas às bolsas de estudo universitárias atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal. Este apoio está disponível para quem tem residência no município e estuda na Madeira, Continente, Açores, ou no Estrangeiro. Está orçamentada uma verba de 1,4 milhões de euros.

Músico de Inglaterra recupera obras de Mozart no Madeira Piano Fest

No reportório do concerto está ainda prevista a interpretação de obras que são de Schubert, Debussy, Scriabin, Messiaen. O espetáculo realiza-se este domingo a partir das 18h00 no Teatro Municipal Baltazar Dias.
Comentários