CDS-PP propõe duas tarifas para passes de transporte público na Madeira

Os centristas propõem uma tarifa de 30 euros para o Funchal, e de 50 euros para o resto da ilha. Com esta proposta o CDS-PP pretende reduzir as injustiças territoriais e fomentar a utilização do transporte público.

O CDS-PP Madeira quer uma maior equidade nos preços dos transportes. Os centristas vão propor que se aplique duas tarifas na Região. Uma de 30 euros para o concelho do Funchal e outra de 50 euros para o resto da ilha.

A ideia foi recebida com agradado pela Empresa de Automóveis do Caniço, que foi visitada pelos centristas esta sexta-feira.

A criação destas duas tarifas, defende Rui Barreto, líder do CDS-PP Madeira, visa trazer “uma maior coesão territorial e equidade no preço dos bilhetes” para o transporte terrestre de passageiros.

Este passe único, que consagra duas tarifas, uma para o Funchal e outra para o resto da ilha, vai ser incluída na discussão do Orçamento Regional.

“Estamos a ouvir as empresas de transportes coletivos para percebermos o que pensam da nossa ideia e devo dizer que está a ser bem recebida, mas também para assegurarmos que as empresas não vão ver reduzidas as indemnizações compensatórias pelo facto de baixarem o preço do bilhete”, explicou o centrista.

A proposta visa também “corrigir situações de injustiça”, salientou Rui Barreto. “Não é possível a uma pessoa que vive em Santana, que ganha o salário mínimo, ter de retirar 21 por cento do seu salário para trabalhar no Funchal, pagando cerca de 124 euros/mês pelo passe” clarificou.

Com estes passes os centristas esperam que se “reduza as injustiças territoriais” e se fomente “a utilização do transporte público” e uma maior qualidade ambiental.

Ler mais
Recomendadas

Crédito vencido de sociedades não financeiras em descida na Madeira

O crédito vencido das sociedades não financeiras da Madeira, caiu 3,2%, no espaço de um ano, de acordo com os dados da Direcção Regional de Estatística (DREM). Em 2017 o rácio tinha ficado nos 18% enquanto que em 2018 se cifrou nos 14,8%. esta foi uma queda anual abrupta tendo em conta que por exemplo, […]

Costa considera prioritário tratar dos feridos e apurar causas do acidente na Madeira

O primeiro-ministro expressou solidariedade para com a Madeira, acrescentando que é preciso apurar as causas do acidente, mas que este não mancha o prestígio internacional da Madeira como grande destino turístico.

Margarida Pocinho lamenta abandono de jovens da universidade por dificuldades económicas

A candidata do CDS-PP ao Parlamento Europeu defendeu também a construção de uma nova residência universitária bem como a atracção de estudantes e professores do estrangeiro e do território nacional, e que isso deve ser feito através de fundos comunitários.
Comentários