CDU defende melhor uso do aeroporto do Porto Santo

O partido alertou ainda para a necessidade de se tomar medidas que mitiguem os impactos das alterações climáticas.

A CDU defendeu um melhor uso do Aeroporto do Porto Santo, durante uma ação de campanha para as eleições europeias. Mariana Silva, candidata ecologista do partido ao Parlamento Europeu, alertou para o isolamento deste território devido à falta de ligações com a Madeira e o Continente e ainda para a necessidade de se tomar medidas que mitiguem os efeitos das alterações climáticas.

“As alterações ocorridas na ligação aérea, mesmo que se tenha sentido alguma melhoria, continuam a não dar resposta às necessidades da população”, disse Mariana Silva.

A candidata ao Parlamento Europeu considerou que o Porto Santo está a ser “inadmissivelmente penalizado nas suas possibilidades de desenvolvimento” por apenas existir uma ligação aérea semanal, ao sábado, com o continente.

“Esta situação excluí o Porto Santo da rota dos destinos possíveis de fim de semana para o turismo nacional. Rota permitiria manter ao longo do ano o Porto Santo como destino turístico, a nível nacional, gerando assim emprego fora da época sazonal. Os Verdes e a CDU continuarão a defender um melhor aproveitamento do aeroporto do Porto Santo”, defendeu Mariana Silva.

A candidata ao Parlamento Europeu alertou ainda para a “necessidade urgente” de proteger os cordões dunares, primário e secundário, no sentido de se “travar imediatamente” a pressão urbanística existente, acrescentando ainda que o Porto Santo precisa de iniciar um “processo sério e continuado de reflorestação” de forma a recarregar os lençóis freáticos.

Recomendadas

Vai haver 12 novos monumentos naturais na Madeira

O objetivo da Rede de Monumentos Naturais da RAM é garantir a preservação patrimonial, ao mesmo tempo que promove, tornando-o uma mais-valia ambiental, educativa, económica e social.

Música e poesia juntas na Feira do Livro do Funchal

A Feira do Livro vai estar disponível na Avenida Arriaga até ao dia 2 de junho, com lançamentos de livros, encontros literários, concertos e teatros. Também há um espaço dedicado ao público infanto juvenil no Largo da Restauração.

Instalações florais vão decorar a cidade do Funchal até domingo

As Charolas em Flor, à entrada do Cais da cidade são a principal marca deste circuito e acabam por dar as boas-vindas a quem visita a ilha. Ao longo da Avenida e junto à Praça do Mar, a aposta incide num jardim ao vivo, sendo que, à entrada da Assembleia Legislativa Regional, lança-se um convite à interação do público.
Comentários