CDU denuncia subaproveitamento de fundos comunitários

Ricardo Lume afirma que o reforço da CDU seja no Parlamento Europeu, seja na Assembleia da República ou na Assembleia Regional é determinante para garantir que existe uma política de valorização da produção regional e “que não serão desperdiçadas oportunidades para garantir a nossa soberania alimentar, o aumento do rendimento dos produtores e consequente melhoria da qualidade de vida”.

O candidato da CDU ao Parlamento Europeu Ricardo Lume esteva na passada segunda-feira, no concelho da Ponta do Sol, onde denunciou um “subaproveitamento dos fundos comunitários para a construção de infraestruturas fundamentais para o desenvolvimento do setor agrícola, nomeadamente a construção de caminhos agrícolas”.

Ricardo Lume diz mesmo que “por inércia do Governo Regional” em 2017 a Região aproveitou apenas 43% dos fundos comunitários.

“Quando existem apoios para o sector da agricultura, para a construção de caminhos agrícolas e para potenciar a produção deste sector e não são aproveitados é sinal de que não existe por parte do Governo Regional nem das autarquias uma política de valorização do sector primário e de salvaguarda da nossa paisagem, fator determinante para a promoção do turismo da nossa Região”, refere o candidato, acrescentando que é preciso “punir” quer o PSD, quer o PS “que remetem tanta gente e tantas localidades para o rol dos esquecidos, a quem roubam o direito ao progresso”.

Ricardo Lume diz que o PSD no Governo Regional e a Câmara Municipal, do PS, deixam as populações excluídas dos direitos ao desenvolvimento, referindo-se a promessas feitas para a construção do novo caminho com ligação dos Anjos aos Canhas, sendo que nada se concretizou. Para o candidato às eleições europeias o resultado é o isolamento e o prejuízo para a produção e para os produtores agrícolas.

Para concluir, Ricardo Lume afirma que o reforço da CDU seja no Parlamento Europeu, seja na Assembleia da República ou na Assembleia Regional é determinante para garantir que existe uma política de valorização da produção regional e “que não serão desperdiçadas oportunidades para garantir a nossa soberania alimentar, o aumento do rendimento dos produtores e consequente melhoria da qualidade de vida”.

Recomendadas

Deco alerta para contratações de prestação de serviços com recurso a créditos ao consumo

Antes de assinar um contrato de crédito ao consumo, o consumidor deve ser informado de forma clara sobre as características – comissões, prazo, taxas de juro, entre outras, para poder avaliar os encargos que suportará com esta contratação.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.
Comentários