“Cereja no topo da vergonha” a “pai mais feliz do mundo”. Reações à ‘Bola de Ouro’ de Modric

Croata conquistou a ‘Bola de Ouro’ atribuída pela revista “France Football”, batendo a concorrência de Cristiano Ronaldo e do francês Antoine Griezmann.

Luka Modric venceu a ‘Bola de Ouro’ de 2018 destronando assim o reinado de dez anos da dupla Cristiano Ronaldo – Lionel Messi. Na gala que decorreu em Paris, esta segunda-feira, o jogador croata de 33 anos ergueu o troféu da revista “France Football”.

Depois de ter vencido o prémio “The Best” atribuído pela FIFA, o médio do Real Madrid era apontado como o favorito a conquistar a ‘Bola de Ouro’, apesar de muitos acharem que esta devia ter sido entregue a Cristiano Ronaldo. O português foi o melhor marcador da Liga dos Campeões, tendo vencido a prova juntamente com o croata. Luka Modric chegou à final do campeonato do mundo, sendo eleito o melhor jogador da prova, apesar de ter perdido com a França.

Ninguém ficou indiferente a este triunfo e que muita polémica e discussão trouxe ao mundo desportivo. “O melhor de sempre. Todos sabemos”, escreveu a Federação Portuguesa de Futebol, no Twitter oficial, numa mensagem de apoio a Cristiano Ronaldo, momentos depois do anúncio.

Também o Sporting Clube de Portugal horas antes da decisão havia publicado um vídeo onde aponta o português “como o melhor de sempre”. As maiores críticas vieram de Miguel Paixão, um dos amigos mais próximos do jogador da Juventus, apelidando esta vitória de Luka Modric, como “a cereja no topo da vergonha”.

“Só faltava mesmo isto! Absolutamente inacreditável o que foi feito este ano a grande falta de respeito por quem realmente dentro das quatro linhas fez mais do que o suficiente para ser considerado o melhor mais uma vez”, escreveu na sua conta de Instagram.

No lado do jogador a primeira mensagem veio da presidente da Croácia, Kolinda Grabar-Kitarovic. “O que conseguiste resulta de trabalho duro. Estamos orgulhosos”, referiu. O pai do médio croata não escondeu a emoção através de uma mensagem de vídeo. “Sou o pai mais feliz do Mundo. Não tenho palavras”.

Quanto a Luka Modric agradeceu na hora de subir ao palco, “primeiro aos meus colegas de equipa no Real Madrid e aos companheiros da seleção. À minha família. Todos temos sonhos: o meu era jogar num grande clube. É uma verdadeira honra”.

O pódio ficou fechado com a presença do francês Antoine Griezmann, que disse esperar “estar no lugar de [Luka] Modric para o ano”. Lionel Messi que nos últimos dez anos dividiu o prémio com Cristiano Ronaldo volta a ficar de fora dos três primeiros, onze anos depois.

Ler mais
Relacionadas

Cristiano Ronaldo tem a melhor performance desportiva para vencer ‘Bola de Ouro’

Estudo da Universidade Europeia construiu um modelo de perfil-tipo e escolheu o português como o favorito a vencer o prémio.

Conto de Natal com Cristiano Ronaldo celebra dez anos da Meo

O vídeo, designado de “Dê mais vida ao seu Natal”, é parte da campanha de Natal da Meo, com a humanização como principal foco da comunicação da marca.

Cristiano Ronaldo é o futebolista com mais seguidores nas redes sociais

Entre Instagram, Facebook e Twitter, Ronaldo é seguido por mais de 337 milhões de pessoas, muito acima do segundo classificado, o brasileiro Neymar (Paris Saint-Germain), com 206 milhões, e do terceiro, o argentino Lionel Messi (FC Barcelona), que chega a 190 milhões de pessoas mesmo não tendo conta no Twitter.
Recomendadas

Rui Santos: “Há coisas que me irritam muito no futebol”

O jornalista desportivo foi o convidado do Jogo Económico desta semana e o JE foi descobrir o que é que o deixa em “estádio de choque” (nome de último livro que editou) e o que é que leva na ‘desportiva’.

Jorge Jesus regressa a Lisboa amanhã

O ex-treinador do clube saudita Al-Hilal deverá aterrar na capital portuguesa ao final da tarde deste domingo, disse ao Jornal Económico fonte próxima do técnico português.

VAR provoca perdas de milhares de euros

Portugal está a adaptar-se ao VAR e se dentro do campo ainda reina a polémica, fora das quatro linhas, entre quem aposta, o cenário não muda. A ‘escaldante’ final four da Taça da Liga resultou em perdas de milhares de euros.
Comentários