CGD arresta quadros e esculturas da casa de Joe Berardo para executar dívida de 50 milhões de euros

As obras de arte foram retiradas da residência de luxo do empresário na Avenida Infante Santo em Lisboa. Em junho a Caixa Geral de Depósitos avançou com arresto de bens para recuperar uma dívida de 50,2 milhões do grupo Joe Berardo.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) arrestou um conjunto de obras de arte valiosas da residência do empresário Joe Berardo, avaliadas em milhares de euros. O objetivo do banco público passa por recuperar uma dívida do grupo Joe Berardo, no valor de 50,2 milhões de euros, segundo conta a edição do “Correio da Manhã” esta quinta-feira.

Quadros, esculturas e outros bens permanecem na habitação de luxo situada na Avenida Infante Santo em Lisboa, mas encontram-se assinaladas como bens arrestados, tendo sido fotografadas pelo agente de execução, de modo a garantir que não desaparecem e que serão, se for o caso utilizados na dívida à CGD.

Este valioso conjunto foi arrestado no âmbito do processo judicial colocado pela CGD na Madeira. Entre janeiro e junho deste ano, o Tribunal da Comarca da Madeira condenou a Metalgest, empresa do grupo Joe Berardo, ao pagamento de uma dívida de 50,2 milhões de euros.

No mesmo processo a CGD arrestou no mês de junho dois imóveis em Lisboa: a casa onde o empresário vive atualmente na Avenida Infante Santo e um apartamento no bairro da Lapa, estando as duas residências avaliadas em 3,3 milhões de euros.

Recomendadas

Banco de Portugal adopta ‘energia verde’ nos seus edifícios

“A transição para a nova forma de consumo de energia deverá estar concluída ainda durante o primeiro trimestre deste ano. Com esta medida, o Banco tem como objetivo reduzir a sua pegada de carbono”, explica a instituição

BCE pede aos bancos que evitem “distorcer” resultados de testes de stress

A cada dois anos, a Autoridade Bancária Europeia e o BCE realizam os chamados testes de stress a 50 bancos da União Europeia para medir a força das entidades bancárias em diferentes cenários de stress, como uma crise, por exemplo.

Haitong encaixou ganho de 1,97 milhões com venda de subsidiária na Irlanda

Com esta transação, o Haitong Bank reforçou significativamente a qualidade dos seus ativos e o rácio de NPL (“Non-Performing Loans”) passou a situar-se abaixo dos 5%, adianta o banco.
Comentários