China aumenta venda de carros elétricos e híbridos

Durante os primeiros 11 meses do ano foram vendidos, na China, 609.000 veículos elétricos e híbridos.

A China registou um aumento de 51,4% na venda de carros elétricos e híbridos, nos primeiros 11 meses do ano, relativamente ao período homólogo. Durante esse período foram comprados 609.000 automóveis com tecnologia elétrica e híbrida.

As autoridades chineses dizem que Pequim possui 112.600 postos de carregamento de veículos elétricos. A capital da China tem também aumentado a frota de veículos municipais elétricos.

A China tem vindo a aumentar a sua aposta neste género de veículos. A partir de 2019, o país vai exigir aos fabricantes automóveis que 10% dos veículos vendidos no mercado doméstico sejam elétricos ou híbridos.

Para reforçar esta aposta a China anunciou, em setembro, que planeia suspender a produção e venda de veículos que usem combustíveis fósseis, mas não definiu, porém, uma data concreta para o efeito.

Em novembro o grupo Volkswagen anunciou que queria investir 10 mil milhões de euros na construção de novos veículos eléctricos e híbridos, na China, até 2025.

O grupo que detém marcas como a Volkswagen e a Audi tem a intenção, de acordo com a Reuters, de construir 15 novos modelos de veículos elétricos nos próximos três anos, e outros 25 novos modelos depois de 2025.

Ler mais
Recomendadas

Francesa Faurecia abre centro logístico internacional em Santa Maria da Feira

Mais de seis milhões de euros de investimento vão permitir a criação de um centro operacional para onde convergirão 300 colaboradores da Europa e norte de África, a que se juntarão 100 novas contratações.

Elon Musk vai comprar 20 milhões de dólares em ações da Tesla

Confirmação da transação surge um dia depois de uma juiz norte-americana ter aprovado o acordo entre Elon Musk, Tesla e a Securities and Exchange Commission (SEC)

Pode um ‘elétrico’ poluir mais do que um carro convencional? Novo estudo revela que sim

Para construir cada bateria de um carro elétrico, que pesa mais de 500 kg, será emitido mais 74% de CO2 do que para produzir um carro convencional. Novo estudo revela que carros eléctricos ainda descarregam dióxido de carbono ao nível dos carros convencionais.
Comentários