China quer que relação com Cabo Verde seja modelo de “tratamento igual”

Xi apelou a um apoio mútuo “mais firme” em questões envolvendo os respetivos “interesses fundamentais” dos dois países.

O presidente chinês, Xi Jinping, disse hoje ao primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, que Pequim quer tornar a relação bilateral “num modelo do princípio de tratamento igual” para todos os países, “independentemente da dimensão”.

Os dois líderes estiveram esta quinta-feira reunidos, na sequência do Fórum de Cooperação China/África, que se realizou esta semana, e trouxe a Pequim dezenas de chefes de Estado e de Governo do continente africano.

Citado pela agência noticiosa oficial Xinhua, Xi Jinping afirmou que Pequim quer “reforçar o vínculo entre as estratégias de desenvolvimento de Cabo Verde” e “expandir a cooperação em áreas como infraestrutura e economia do mar”.

Xi apelou a um apoio mútuo “mais firme” em questões envolvendo os respetivos “interesses fundamentais” dos dois países.

O líder chinês enalteceu ainda a participação de Cabo Verde na iniciativa Nova Rota da Seda, lançada por Pequim, e que inclui novos portos, aeroportos ou centrais elétricas, visando conectar Europa, Ásia Central, África e sudeste Asiático.

Xi Jinping prometeu já um investimento da China no continente africano, nos próximos três anos, de 60.000 milhões de dólares, no âmbito daquela iniciativa.

O também secretário-geral do Partido Comunista Chinês afirmou que Pequim presta “especial atenção” às preocupações de Cabo Verde como um pequeno país insular, afirmando que a China está disposta a reforçar a coordenação em assuntos como as alterações climáticas e a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável, da ONU.

Durante a abertura do Fórum China/África, Xi Jinping prometeu um perdão de dívida para alguns dos países do continente, incluindo pequenas nações insulares, mas sem detalhar quais.

O primeiro-ministro cabo-verdiano reafirmou o compromisso com o princípio de uma só China – visto por Pequim como uma garantia de que Taiwan é parte do território chinês -, e a vontade em participar na Nova Rota da Seda.

Ulisses Correia e Silva esteve na quarta-feira na Nova Área de Binhai, na cidade portuária de Tianjin, a cerca de 120 quilómetros de Pequim.

O responsável cabo-verdiano disse a Xi Jinping que a visita àquela área, construída de raiz nos últimos anos, foi “inspiradora”, detalhou a Xinhua.

Cabo Verde está a negociar com a China vários projetos de desenvolvimento, como a Zona Económica Especial Marítima de São Vicente, o Cidade Segura e o Centro Nacional de Convenções da Cidade da Praia.

Ler mais
Recomendadas

Governo cabo-verdiano afasta problema de gestão nos aeroportos após rotura de combustíveis na Ilha do Sal

O ‘jet fuel’ afetou aviões que fizeram escala técnica na ilha no final da semana passada.

UE tem 2,5 milhões de euros para desenvolvimento sustentável e inclusão social em Cabo Verde

“Vamos ter em conta as propostas apresentadas, as temáticas tratadas, o trabalho já feito pelas organizações que vão apresentar estes projetos, a viabilidade e a sustentabilidade desses projetos, uma vez terminado o potencial financiamento”, disse Sofia Moreira de Sousa, embaixadora da União Europeia em Cabo Verde.

Bolsa de Valores de Cabo Verde sugere união dos Fundos do Ambiente, Turismo e Rodoviário

Emanuel Lima considera que esta pode ser a solução para grandes investimentos em Cabo Verde.
Comentários