CIA tentou matar Kim Jong-un, acusa Coreia do Norte

Segundo o regime norte-coreano, os serviços de inteligência norte-americanos usaram armas químicas para tentar matar o líder, em maio deste ano.

A agência norte-americana CIA terá tentado matado o líder norte-coreano Kim Jong-un há cinco meses. A acusação foi feita pelo regime da Coreia do Norte, através da agência noticiosa estatal Korea Central News Agency (KCNA), que é vista internacionalmente como uma forma de propaganda do partido do governo, o Partido dos Trabalhadores.

“Em maio deste ano, um grupo de terroristas hediondos que se infiltraram no nosso país sob as ordens da Agência Central de Inteligência (CIA) dos EUA e do fantoche da Coreia do Sul, o Serviço de Inteligência, com o objetivo de levar a cabo terrorismo patrocinado pelo Estado contra a nossa sede suprema, utilizando substâncias biológicas e químicas, foram capturados e expostos”, anunciou a KCNA, citada pelo Independent.

“Isto mostra de forma palpável a verdadeira natureza dos EUA como o principal culpado por trás do terrorismo”, referiu a agência. A KCNA acusou ainda os Estados Unidos de “mudarem de cores” como um “camaleão” por forma a justificar a intromissão do governo norte-americano em outros países.

Relacionadas

Trump volta a ameaçar Coreia do Norte: “Apenas uma coisa funcionará”

Presidente diz que diplomacia falhou e que “só uma coisa funcionará” com Pyongyang.

Coreia do Sul tenta negociar paz na península duas vezes ao dia e a resposta é sempre a mesma

A chegada ao poder do liberal Moon Jae-in, depois de um escândalo de corrupção envolvendo a sua antecessora Park Geun-hye, em maio deste ano, trouxe uma nova esperança numa reconciliação entre as duas Coreias.

Coreia do Norte prepara novo teste a míssil balístico de longo alcance

A Coreia do Norte está a preparar um novo testes com um míssil balístico de longo alcança, afirma político russo à Reuters, acrescentando que o regime acredita que este terá a capacidade de atingir a costa oeste dos EUA.
Recomendadas

Húngaros e polacos entre os europeus menos favoráveis ao resgate de refugiados

O estudo realizado pelo centro norte-americano, Pew Research Center, revela que 80% dos europeus apoia o resgate aos refugiados. A Hungria e a Polónia ocupam o fim da lista.

Rio de Janeiro multa bares e restaurantes que oferecem palhinhas de plástico

As autoridades do Rio de Janeiro começaram hoje a multar os cafés, restaurantes e bares de praia da emblemática cidade brasileira que oferecem palhinhas de plástico aos clientes. ”Estamos na vanguarda de uma grande luta em defesa do meio ambiente”.

Síria: governo e oposição apoiam o acordo entre a Rússia e a Turquia

Damasco diz que o pacto testará a influência de Ankara em Idlib, enquanto os líderes da oposição a al-Assad no exílio celebram uma vitória contra o ditador.
Comentários