Cimeira em Pyongyang “consolida passos” no sentido da desnuclearização, realça Governo português

Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português identifica determinação de ambas as partes em mitigar a tensão entre as duas Coreias.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português considerou, esta sexta-feira, os resultados da Cimeira Inter-coreana, em Pyongyang, “muito positivos”.

O Governo português salienta que no decorrer da Cimeira “foi reafirmada com clareza a determinação de ambas as partes em reduzir a tensão entre as duas Coreias e em construir uma solução diplomática para a presente situação na Península Coreana”, em comunicado.

Para o MNE, este encontro contribuiu “para consolidar os passos que têm sido dados no sentido da desejável desnuclearização completa, verificável e irreversível da Península Coreana”, assim como “para definir novos eixos de cooperação humanitária fundamentais para a normalização do relacionamento entre os dois Países”.

“O Governo português congratula-se com estes desenvolvimentos e encoraja todos os esforços que viabilizem as perspetivas criadas neste e nos anteriores encontros e que têm por objetivo o estabelecimento duradouro da paz e segurança na Península Coreana”, concluiu o ministério liderado por Santos Silva.

Relacionadas

Moon Jae-in discursa perante norte-coreanos e pede fim a 70 anos de hostilidade

O Presidente da Coreia do Sul discursou na quarta-feira para uma multidão norte-coreana, propondo à Coreia do Norte que ambos os países acabem com sete décadas de hostilidade e construam um futuro de paz e prosperidade.

Coreia do Norte aceita presença de especialistas estrangeiros no desmantelamento nuclear

Anúncio do líder norte-coreano, Kim Jong Un, em conferência de imprensa conjunta com presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, dá mais um passo na revitalização das negociações com os Estados Unidos da América.

Cimeira entre as duas Coreias tenta desbloquear novo encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump

O bom relacionamento entre os líderes das duas Coreias pode ser o motivo que faltava para o presidente dos Estados Unidos aceitar voltar a encontrar-se com o seu homólogo norte-coreano.
Recomendadas

EUA formalizam apoio à entrada do Brasil na OCDE

“Hoje, na OCDE, os EUA expressaram de modo claro e oficial o seu apoio ao pleito do Brasil de ingressar na OCDE, uma prioridade do Presidente Jair Bolsonaro. O Brasil agradece o gesto de confiança e está pronto a trabalhar com todos os membros e secretariado no processo de acessão. Passo decisivo”, refere o Ministério das Relações Exteriores do Brasil na rede social Twitter.

‘Adoção na Passerelle’. Polémico desfile de crianças para adoção ‘choca’ Brasil

“Perversidade inacreditável” que terá “efeitos devastadores” para as crianças em questão, foi uma das reações. Desfile onde participaram crianças para a adoção está a causar enorme polémica no Brasil.

Índia: Narendra Modi pode chegar à maioria absoluta

O atual primeiro-ministro chegou a ser dado, há poucos meses, como vencido nas eleições. Mas tudo se alterou em fevereiro e a vitória parece estar ao seu alcance.
Comentários