Como impedir o acesso ao seu email (em quatro simples passos)

Especialistas da DECO deixam alguns conselhos para ajudar a preservar a sua privacidade na web.

Cristina Bernardo
Ler mais

Existem empresas com parcerias estabelecidas com a “Google” que desenvolveram aplicações para gerir compras online, viagens, comparar preços ou conversar que conseguem ler os e-mails dos utilizadores do “Gmail” que usam os seus serviços.

A notícia foi dada pelo “The Wall Street Journal”, depois da empresa norte-americana ter anunciado que ia deixar de usar o algoritmo que permitia aceder à caixa de e-mail dos seus utilizadores para gerar publicidade orientada, com anúncios personalizados.

Esta é mais uma situação a envolver a invasão de privacidade dos utilizadores, após o caso da Cambridge Analytica, que colocou o “Facebook” em tribunal e o seu fundador Mark Zuckerberg, a ser ouvido no senado norte-americano, pela acusação do uso de milhões de perfis para fins políticos, de modo indevido.

A DecoProteste mostra agora em quatro simples passos como pode impedir que várias aplicações tenham acesso ao seu e-mail.

No primeiro passo entre na sua conta do “Gmail”. No canto superior direito da caixa de correio terá de clicar na “foto, ou inicial do seu nome” e depois em “Conta Google”.

O segundo passo irá direcioná-lo para uma página com três quadros de opções. Escolha o quadro do lado esquerdo, que diz “login e segurança” e escolha a opção, “aplicações com acesso à conta”.

No terceiro passo só terá de escolher “gerir aplicações” para decidir as apps que podem ter acesso à sua conta. Por último selecione a aplicação que pretende remover e clique em “remover acesso”.

Deste modo as empresas que escolheu ficarão impossibilitadas de entrar no seu e-mail.

Recomendadas

Superbrands: há uma marca portuguesa entre as 10 preferidas pelos consumidores

Dentro dos setores avaliados, aqueles mais relevantes são os de motores, eletrónica e moda de consumo, superfícies comerciais e desporto.

Respostas Rápidas. O que são as transferências imediatas?

É possível, desde esta terça-feira, fazer transferências imediatas entre contas bancárias portuguesas e a ideia é que seja generalizado aos 34 países da SEPA. Perceba como funciona e o que implica.

Tarifa social da água: municípios sem regras uniformes, alerta Deco

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor fez as contas e concluiu que a tarifa social da água, saneamento e resíduos não é igualmente distribuída pelos cidadãos: 99 em 383 câmaras não a aplicam em nenhum serviço. Mas mesmo entre as que a adotam, existem incongruências nos critérios, alerta a Deco.
Comentários