Comey: entrevista do antigo diretor do FBI pode “chocar Donald Trump”

Antigo diretor do FBI fala da sua relação com o presidente norte-americano, que o despediu do cargo em maio de 2017.

Jonathan Ernst/Reuters

James Comey ‘promete’ chocar Trump e a sua equipa numa entrevista que os EUA estão a aguardar com enorme expectativa (será emitida este fim-de-semana) e que será divulgada no canal de notícias “ABC”. O antigo diretor do FBI, que foi despedido em maio do ano passado pelo presidente norte-americano, terá, de acordo com fontes presentes no local, poderá deixar Trump em choque, assim como a sua equipa

De acordo com a agência de notícias “Axios”, uma fonte que esteve presente durante a gravação da entrevista revela que James Comey “falou sobre coisas que nunca antes contado” e que “respondeu a todas as questões”, do jornalista George Stephanopoulos.

Donald Trump enfrenta uma investigação por obstrução à justiça que decorre em grande parte pela demissão de James Comey, já que tinha atacado a integridade deste no passado, enquanto diretor do FBI.

James Comey foi afastado do FBI pelo presidente norte-americano depois de repetidamente ter-se recusado a jurar lealdade a Donald Trump. A Casa Branca contrapôs insistindo que esta ação foi desencadeada pelo tratamento de uma investigação de 2016 ao servidor do e-mail pessoal de Hillary Clinton.

Na última quarta-feira Donald Trump negou que a investigação do FBI, liderada atualmente por um advogado especial, faça parte de um complô liderado por pessoas com sérios conflitos de interesse.

Recomendadas

China chama embaixador dos EUA após sanções impostas contra o Exército

Em causa estão a sanções impostas pelo Governo norte-americano ao Equipment Development Department (EDD), responsável pelas armas e equipamentos do exército chinês, e ao seu diretor, Li Shangfu, por ter comprado armamento à empresa Rosoboronexport, exportadora russa de armamento, que já havia sido sancionada por Washington.

Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se com Guterres no domingo e discursa quarta-feira na ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai encontrar-se com o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, no domingo, em Nova Iorque, onde irá discursar na 73.ª sessão da Assembleia Geral desta organização, na quarta-feira.

OPEP reduz produção de petróleo face à queda da oferta iraniana devido às sanções dos EUA

Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) baixou a produção de petróleo no mês de agosto, já que as medidas norte-americanas arruinaram a tentativa de elevar a produção para os níveis acordados.
Comentários