Comissário quer Política Agrícola Comum pós-2020 com mais apoios para jovens agricultores

Phil Hogan garantiu esperar dos Estados-membros um plano sobre “o que estão a pensar fazer a nível nacional”.

O comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan, defendeu esta quinta-feira, em Bruxelas, a necessidade da Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020 conter “um bom conjunto” de medidas destinadas aos jovens agricultores, como o acesso a instrumentos financeiros diversificados.

“Vou fazer o que conseguir para ajudar os jovens agricultores […]. Espero ter uma boa negociação e um bom conjunto de medidas para os jovens agricultores e respetivas organizações”, disse Phil Hogan, durante a sua intervenção na conferência “O Futuro da Alimentação e da Agricultura”.

O comissário europeu referiu ainda que é preciso aumentar os pagamentos aos jovens agricultores, por exemplo, no que se refere à instalação e ao acesso a créditos, bem como diversificar os instrumentos financeiros.

Adicionalmente, Phil Hogan garantiu esperar dos Estados-membros um plano sobre “o que estão a pensar fazer a nível nacional”. O responsável irlandês reiterou ainda a necessidade de modernizar e simplificar a PAC.

Devemos “partilhar conhecimentos, modernizar e simplificar” a PAC. “O sistema é complexo, mas temos vindo a refletir sobre as [possíveis formas] de tornar a política mais flexível”, apontou.

Segundo a Comissão Europeia, a PAC pós 2020 será dotada, globalmente, com um orçamento de 365 mil milhões de euros, prevendo uma nova forma de trabalhar, uma distribuição mais justa dos apoios, maiores ambições no domínio do ambiente e utilização intensiva dos conhecimentos e da inovação.

No âmbito da PAC, a principal meta do Governo português é a manutenção da taxa de cofinanciamento nacional que, atualmente, está nos 15% e a União Europeia (UE) propõe que passe a 30%.

Entre as reivindicações do Governo estava ainda a manutenção do nível de apoios no primeiro pilar (pagamentos diretos aos agricultores) e no segundo pilar (desenvolvimento rural) da PAC, metas que já foram atingidas.

Ler mais
Relacionadas

Governo anuncia pagamento de 97 milhões de euros aos agricultores

De acordo com esse comunicado, deste montante, através do Fundo Europeu de Garantia Agrícola, foram pagos aos agricultores 32,6 milhões de euros, no âmbito do novo regime da vinha.

Bruxelas devolve 444 milhões de euros a agricultores da UE e Portugal recebe 6,7 milhões de euros

Os montantes serão reembolsados em 1 de dezembro por não ter sido necessário recorrer à reserva de crise em 2018, apesar das dificuldades registadas pelo setor, nomeadamente a seca.
Recomendadas

Governo português assina acordo de parceria com a FAO

O objetivo deste acordo é o reforço do compromisso comum no combate à fome e à má nutrição na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

CAP critica intenção do ministro do Ambiente de reduzir produção de bovinos

A CAP alerta que uma redução da produção de bovinos teria um impacto muito significativo na produção de derivados de leite, queijo, iogurtes, entre outros produtos, os quais iriam também aumentar as importações nacionais e comprometer o nosso crescimento económico.

Nestlé achou seis funcionários “Fora da Caixa” e deixou-os abrirem os seus negócios sem saírem da empresa

O programa de intraempreendedorismo da sede portuguesa da Nestlé, criado em parceria com a Nova SBE, resultou na criação de empresas pelos pelos próprios colaboradores. Já a proGrow venceu o concurso de startups externas, recebeu 10.000 euros e está a trabalhar com a multinacional num projeto-piloto.
Comentários