Comissário quer Política Agrícola Comum pós-2020 com mais apoios para jovens agricultores

Phil Hogan garantiu esperar dos Estados-membros um plano sobre “o que estão a pensar fazer a nível nacional”.

O comissário europeu para a Agricultura, Phil Hogan, defendeu esta quinta-feira, em Bruxelas, a necessidade da Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020 conter “um bom conjunto” de medidas destinadas aos jovens agricultores, como o acesso a instrumentos financeiros diversificados.

“Vou fazer o que conseguir para ajudar os jovens agricultores […]. Espero ter uma boa negociação e um bom conjunto de medidas para os jovens agricultores e respetivas organizações”, disse Phil Hogan, durante a sua intervenção na conferência “O Futuro da Alimentação e da Agricultura”.

O comissário europeu referiu ainda que é preciso aumentar os pagamentos aos jovens agricultores, por exemplo, no que se refere à instalação e ao acesso a créditos, bem como diversificar os instrumentos financeiros.

Adicionalmente, Phil Hogan garantiu esperar dos Estados-membros um plano sobre “o que estão a pensar fazer a nível nacional”. O responsável irlandês reiterou ainda a necessidade de modernizar e simplificar a PAC.

Devemos “partilhar conhecimentos, modernizar e simplificar” a PAC. “O sistema é complexo, mas temos vindo a refletir sobre as [possíveis formas] de tornar a política mais flexível”, apontou.

Segundo a Comissão Europeia, a PAC pós 2020 será dotada, globalmente, com um orçamento de 365 mil milhões de euros, prevendo uma nova forma de trabalhar, uma distribuição mais justa dos apoios, maiores ambições no domínio do ambiente e utilização intensiva dos conhecimentos e da inovação.

No âmbito da PAC, a principal meta do Governo português é a manutenção da taxa de cofinanciamento nacional que, atualmente, está nos 15% e a União Europeia (UE) propõe que passe a 30%.

Entre as reivindicações do Governo estava ainda a manutenção do nível de apoios no primeiro pilar (pagamentos diretos aos agricultores) e no segundo pilar (desenvolvimento rural) da PAC, metas que já foram atingidas.

Ler mais
Relacionadas

Governo anuncia pagamento de 97 milhões de euros aos agricultores

De acordo com esse comunicado, deste montante, através do Fundo Europeu de Garantia Agrícola, foram pagos aos agricultores 32,6 milhões de euros, no âmbito do novo regime da vinha.

Bruxelas devolve 444 milhões de euros a agricultores da UE e Portugal recebe 6,7 milhões de euros

Os montantes serão reembolsados em 1 de dezembro por não ter sido necessário recorrer à reserva de crise em 2018, apesar das dificuldades registadas pelo setor, nomeadamente a seca.
Recomendadas

Cinco regiões vinícolas da Região Centro criam ‘cluster’ para valorizar enoturismo

Está prevista a assinatura de um protocolo de cooperação entre as cinco Comissões Vitivinícolas e do contrato de financiamento para o Enoturismo na Região Centro, celebrado com o Turismo de Portugal.

Sal, gorduras e açúcares vão ser reduzidos em dois mil produtos alimentares

A lista abrange, por exemplo: 237 batatas fritas e snacks, 193 cereais de pequeno-almoço, 18 leites com chocolate, 497 iogurtes, 856 refrigerantes e 231 néctares.

Bruxelas lança programa de empréstimos para jovens agricultores

Este pacote de mil milhões de euros pretende facilitar o acesso de jovens agricultores a empréstimos, colmatando uma lacuna identificada pelo executivo comunitário, segundo o qual, em 2017, 27% dos pedidos de empréstimos submetidos aos bancos por profissionais jovens foram rejeitados.
Comentários