Como Macau se vai proteger do tufão Mangkhut

Há 16 centros de abrigo prontos para acolher milhares de pessoas e um aumento do número de alertas à subida do nível das águas.

Ler mais

Um ano depois da passagem do tufão Hato, que causou dez mortos e prejuízos de 1.300 milhões de euros, o território está a braços com o Mangkhut, prevendo-se nas próximas horas, inundações graves nas zonas baixas, chuvas fortes e ventos que podem superar os 118 quilómetros por hora.

Para fazer face a estas tempestades tropicais, foi apresentada recentemente a nova Lei de Bases da Proteção Civil. Por exemplo, desde meados de abril que os 16 centros estão prontos para acolher mais de 20 mil pessoas a partir da emissão do nível laranja de `storm surge`, ou seja, quando previrem que o nível de água acima do pavimento poderá atingir valores entre 1,0 e 1,5 metros.

O Governo de Macau alterou ainda os avisos de `storm surge`, dos atuais três para cinco graus, para “assegurar a proteção da vida e bens da população, bem como de alertar o público para o nível de ameaça”.

Para garantir a segurança no abastecimento de água, a Direção dos Serviços de Assuntos Marítimos e de Água (DSAMA) e a Sociedade de Abastecimento de Águas de Macau (SAAM) procederam à construção, nas suas instalações, de portas estanques nas bombas de água pluviais e nos postos elétricos.  Ao mesmo tempo aumentaram a altura das comportas e o número de caixas de abastecimento temporário de água e o número de cabos de ligação até à estação de tratamento de água na zona norte de Macau.

Além da constituição de um plano geral de emergência, está prevista a construção de uma plataforma de comando de emergências, com conclusão prevista entre 2020 e 2021. Também o sistema de eletricidade do território vai ser reforçado, com a substituição das linhas aéreas por cabos de transmissão subterrâneos.

Até ao verão de 2021 está ainda prevista a aceleração da produção local de eletricidade com a instalação de geradores de energia a gás natural, até ao verão de 2021. Oito dos dez países com o maior número de deslocados ou desalojados por causa de desastres naturais estão localizados no sul e no sudeste da Ásia, de acordo com um relatório da ONU.

Recomendadas
Respostas Rápidas: Que produtos foram afetados pelas tarifas dos EUA à China?
Em que ponto está a guerra comercial? Qual a lista de produtos impactados? Como reagiu a China? O que dizem os analistas? Segundo os cálculos do instituto alemão Ifo, estas tarifas irão travar o crescimento da China em 0,1 a 0,2 pontos percentuais e colocar a Europa numa posição mais forte.
Kim Jong-un diz que cimeira com Donald Trump estabilizou a segurança regional
O líder da Coreia do Norte enalteceu hoje a cimeira realizada com Donald Trump, presidente dos EUA, na medida em que estabilizou a segurança regional. Jong-un também disse que espera obter mais progressos na próxima cimeira inter-coreana.
China retalia Estados Unidos com tarifas de 60 mil milhões de dólares
A decisão surge horas depois de a Casa Branca dizer que os Estados Unidos da América iriam impor taxas alfandegárias às importações chinesas no valor de 200 mil milhões de dólares (aproximadamente 171 mil milhões de euros).
Comentários