PremiumComo será a cozinha do futuro? A FN Hotelaria procura a resposta

A empresa conseguiu a adjudicação da obra para o JNcQUOI Ásia, na Avenida da Liberdade, e prepara um projecto de investigação que tem por objetivo optimizar a relação com os clientes na componente técnica.

Os layouts, a eficiência energética, os gastos de água e resíduos, são alguns dos componentes essenciais da cozinha do futuro, um estudo que está a ser liderado pela FN Hotelaria, em colaboração com o Madeira Interactive Technologies Institute (M-ITI) e o Instituto Superior Técnico. O projeto começou a ser desenvolvido em outubro e até ao final de 2019 já deverão existir as primeiras conclusões do estudo.

Está ainda prevista a realização de uma segunda fase, que pode passar pela construção de uma cozinha protótipo, em que se aplique os resultados do estudo, e que sirva como um local a visitar e seja uma referência para o turismo gastronómico.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Premium‘Naming’ do Estádio da Luz vale 50 milhões de euros por cinco anos

É com estes valores base que o Sport Lisboa e Benfica aceita negociar a venda do nome do Estádio da Luz, de acordo com informação recolhida pelo Jornal Económico junto do departamento de comunicação do clube encarnado.

PremiumValadas Coriel vai apostar na assessoria a negócios de arte

A sociedade de advogados liderada por João Valadas Coriel tornou-se em 2018 na segunda portuguesa a ter presença na Costa do Marfim, em parceria com o escritório de Eric Kondo.

PremiumFórum Capitalizar fez radiografia ao investimento em Portugal

Investimento nas empresas tem de duplicar para o país atingir a meta de crescimento de 2,2% do PIB. Descapitalização da economia e crédito malparado obstam ao financiamento às empresas.
Comentários