Compra e venda de imóveis lidera subida de atos notariais na Madeira

Em quebra estiveram as doações, que passaram de 387 para 378, entre 2016 e 2017, e as hipotecas que caíram de 90 para 72.

Os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira mostram que em 2017 realizaram-se 5.128 escrituras públicas, mais 619 face ao período homólogo. A compra e venda de imóveis (2.117 actos) foi o acto notarial com maior aumento, na Região Autónoma, com mais 344 relativamente ao ano anterior.

Em quebra estiveram as doações, que passaram de 387 para 378, entre 2016 e 2017, e as hipotecas que caíram de 90 para 72.

Os atos notariais relacionados com a habilitação disparam para os 1.001, em 2017, face aos 896 do período homólogo. Seguindo a mesma tendência esteve a justificação, subindo dos 665 para os 757, o mútuo e a partilha, que passaram de 281 para 445 e de 301 para 341.

Recomendadas

Exportações e importações sofrem forte abrandamento na Madeira

Em outubro as exportações subiram 26,8%, na Madeira, em contraste com os 32,8% do mês anterior. As importações cresceram 18,2%, uma taxa inferior aos 25,1% em comparação com o mês anterior.

Média de espetadores no Teatro Baltazar Dias chega aos 61%

O teatro municipal subiu a média de espectadores de 51% para os 61%, para os 46 mil espectadores, disse Paulo Cafôfo, presidente da Câmara Municipal do Funchal, durante a apresentação da revista CULTA.

Já viu uma tabela periódica humana? A Escola Jaime Moniz vai criar uma

A iniciativa insere-se na comemoração do ano internacional da tabela periódica decretado pela assembleia geral das Nações Unidas.
Comentários