Construção representa 315,6 milhões de euros para a economia da Madeira o valor mais baixo dos últimos 10 anos

A quebra deveu-se à descida nos trabalhos de engenharia civil que chegou aos 22,3%.

A construção representou 315,6 milhões de euros para a economia da Madeira, em 2016, mas apresentou uma quebra de 3,6%, face ao período homólogo, diz a Direção Regional de Estatística (DREM). Este é o valor mais baixo registado pelo setor nos últimos 10 anos.

A justificação para esta quebra prende-se, diz a DREM, com a descida de nos trabalhos realizados em obras de engenharia civil, na ordem dos 22,3%, apesar do aumento nos trabalhos em edifícios de 38,5%.

O organismo de estatística regional diz as empresas com 20 ou mais trabalhadores, caíram 10,7%, mas foram responsáveis por 71,6% das obras realizadas.

Com um grande peso, nestas empresas, estiveram as obras de engenharia civil, que chegaram aos 69,7%, o que representou uma faturação de 157,8 milhões de euros, um valor que caiu 22,8%.

Recomendadas

Uaucacau planeia chegar a Lisboa ou Porto até final do ano

A empresa produz chocolates artesanais, com sabores típicos da Madeira, que são obtidos através de produtores regionais.

Estado quer canalizar receita dos impostos do tabaco e das bebidas açucaradas das regiões autónomas para o SNS

A proposta de OE2019 prevê uma alteração ao atual artigo do Código dos Impostos Especiais de Consumo no que se refere ao Artigo 105.º (Taxas nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira), aumentando o imposto sobre o tabaco produzido nestas regiões. As receitas serão canalizadas para o SNS. Assim como as das bebidas açucaradas.

‘Bioplatform’: plataforma de agricultura biológica quer chegar ao mercado ibérico

O Bioplatform é uma plataforma comercial quer quer servir como pólo agregador na área da agricultura biológica.
Comentários