Consumo de gás em Portugal dispara 25% em 2017 para máximo de sempre

O consumo de gás natural em Portugal disparou 24,8% em 2017, para 69,7 TeraWatt-hora (TWh) face ao ano anterior, impulsionado pelo mercado elétrico, sendo o consumo anual mais elevado de sempre, segundo dados da REN.

Em comunicado, a empresa gestora das redes energéticas adianta que o consumo de gás natural foi o “mais elevado de sempre, ultrapassando em 21% o anterior máximo registado em 2010”.

No segmento do mercado elétrico, isto é, para a produção de eletricidade, o consumo foi igualmente o mais elevado de sempre, ultrapassando o anterior máximo de 2008, o que está relacionado com o período de seca e a baixa produção renovável, que obriga a acionar as centrais a gás.

No mês de dezembro, no mercado de gás natural, registou-se a primeira queda homóloga verificada no consumo este ano, devido a uma redução de 14,5% verificada no segmento de produção de energia elétrica, enquanto no segmento convencional se registou um crescimento homólogo de 1,9%.

Recomendadas

Altice Portugal em conversas com dois bancos para prestar serviços financeiros

Alexandre Fonseca afirmou que, “neste momento, a Altice Portugal está a falar com duas instituições financeiras nacionais (…) sobre a possibilidade de expandir a sua oferta para a área de serviços financeiros”.

PremiumEmpresas e famílias terão incentivos fiscais no interior

Governo lança benefícios fiscais (ao nível do IRC e do IRS) para promover a revitalização do interior. Investir fora dos grandes centros urbanos terá mais vantagens para as famílias e para as empresas.

PremiumGoverno vai alocar 200 milhões das receitas do IRC à Segurança Social

O Governo pretende alocar cerca de 200 milhões de euros das receitas de IRC arrecadadas em 2019 ao Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, o equivalente a um ponto percentual da taxa do imposto que recai sobre as empresas . Face à transferência deste ano, os cofres da Segurança Social receberão mais 120 milhões de euros em 2019.
Comentários