“Contas certas” ou reposição das carreiras dos professores? Portugueses não têm dúvidas

Sondagem realizada pela Pitagórica para a rádio “TSF” e “Jornal de Notícias” não deixa margem para dúvidas: 66% dos inquiridos dão prioridade ao controlo das contas públicas e apenas 14% consideram “mais importante” a reposição das carreiras dos professores e de outros funcionários públicos.

Os portugueses preferem o controlo das contas públicas, em relação à reposição das carreiras dos professores e de outros funcionários públicos. A sondagem levada a cabo pela Pitagórica para a rádio “TSF” e “Jornal de Notícias” aponta para uma diferença expressiva, com com 66% dos inquiridos a dar prioridade às “contas certas”.

Já 14% dos inquiridos dão prioridade à reposição das carreiras dos professores, embora 66% considerem como “justa” a contagem do tempo de serviço dos docentes.

Em termos de avaliações políticas, Assunção Cristas e Rui Rio aparecem no fundo da tabela, com a líder do CDS recebe a pior avaliação por parte dos eleitores, com 56% a considerarem o seu comportamento “mau, ou muito mau”, logo seguida de Rui Rio, com 50%.

Em sentido inverso estão o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sendo que 39% dos portugueses analisam como ‘bom’ o seu comportamento, seguido por Catarina Martins do Bloco de Esquerda, com 25%.

Já no que diz respeito à ameaça de demissão do primeiro-ministro António Costa 41% dos portugueses acreditam que o líder do PS fez bem em tomar essa posição, contra 35% que consideram que “fez mal”.

Relacionadas

Professores que queiram fasear progressões têm de avisar até 30 de junho

Este ano, o Governo estima que 30 mil professores terão progressões. Sem esta possibilidade de faseamento, apenas 13 mil docentes iriam progredir e assim mais 17 mil podem saltar de escalão.

Publicado diploma que descongela carreiras especiais entre 2011 e 2017

O diploma foi aprovado pelo Governo em 4 de abril em Conselho de Ministros e abrange todas as carreiras especiais que estiveram congeladas entre 2011 e 2017.
Recomendadas
Catarina Martins-Rui Rio

Rio diz se não quisesse vencer as eleições “tinha de ser internado”

Frente a frente do líder social-democrata com Catarina Martins ficou marcado pelas divergências quanto à intenção de renacionalizar empresas e pelas prioridades em relação à saúde.

Marques Mendes: “Centeno é trunfo eleitoral de Costa. À direita, a seguir a Marcelo, é o mais popular”

Luís Marques Mendes revelou em primeira-mão que “amanhã vai sair uma sondagem do Jornal de Notícias e da TSF”, que demonstra uma “quebra do PS, uma subida do PSD e o que número de indecisos cresce para 25% ou mais”.

Debate entre Costa e Cristas na TVI teve 935 mil espetadores

O debate António Costa – Assunção Cristas, na sexta-feira, na TVI, teve um “share” de 21,8%, e foi visto por 935 mil telespetadores, disse hoje à Lusa fonte do canal.
Comentários