Coreia do Norte aceita presença de especialistas estrangeiros no desmantelamento nuclear

Anúncio do líder norte-coreano, Kim Jong Un, em conferência de imprensa conjunta com presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, dá mais um passo na revitalização das negociações com os Estados Unidos da América.

A Coreia do Norte anunciou esta quarta-feira que irá avançar com o desmantelamento permanente das principais bases de mísseis do país na presença de especialistas internacionais.

O anúncio do líder norte-coreano, Kim Jong Un, em conferência de imprensa conjunta com presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, dá mais um passo na revitalização as negociações com os Estados Unidos da América (EUA).

O tema esteve na agenda do encontro, onde os dirigentes anunciaram que a Coreia do Norte estaria disposta a desmantelar o principal complexo nuclear do país se os EUA adoptassem uma “ação recíproca”, de acordo com as informações divulgadas pela agência Reuters.

O encontro entre os dois líderes coreanos resultou num acordo de que os dois países devem ser “uma ilha de paz sem armas nucleares ou ameaças nucleares”, naquele que é o terceiro encontro entre ambos este ano.

Recorde-se que a 24 de agosto, o presidente dos EUA, Donald Trump, cancelou a viagem do secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, à Coreia do Norte devido à falta de progressos no processo de desnuclearização daquele país, que foi acordado numa cimeira histórica entre os dois líderes dos dois países no passado mês de junho, em Singapura.

No entanto, Donald Trump admitiu que “num futuro próximo”, assim que os problemas comerciais com a China se resolvam, Mike Pompeo possa finalmente viajar para avaliar a desnuclearização da Coreia do Norte.

Ler mais
Relacionadas

Cimeira entre as duas Coreias tenta desbloquear novo encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump

O bom relacionamento entre os líderes das duas Coreias pode ser o motivo que faltava para o presidente dos Estados Unidos aceitar voltar a encontrar-se com o seu homólogo norte-coreano.

Kim Jong-un diz que cimeira com Donald Trump estabilizou a segurança regional

O líder da Coreia do Norte enalteceu hoje a cimeira realizada com Donald Trump, presidente dos EUA, na medida em que estabilizou a segurança regional. Jong-un também disse que espera obter mais progressos na próxima cimeira inter-coreana.

Coreias organizam nova cimeira para responder às dúvidas da comunidade internacional

Ambiente familiar entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul pretende provar que os efeitos da cimeira de Singapura não ser perderam.
Recomendadas

Venezuela: Washington pede à UE para reconhecer Juan Guaidó como “único presidente legítimo”

Vice-presidente norte-americano recordou a conferência que se realizou esta semana em Washington na qual 30 países reafirmaram o compromisso de ajudar a Venezuela e enviar ajuda humanitária.

Eleições europeias: campo de batalha para todas as ‘fake news’

O movimento de Emmanuel Macron, como tantos outros, está convencido que Steve Bannon e Vladimir Putin estarão ativamente concentrados contra o aprofundamento da União Europeia.

Amazon desistiu de se mudar para Nova Iorque

A companhia tem sede mas Seattle mas a expansão de um segundo escritório principal em Nova Iorque foi comprometida por políticos que se opuseram devido aos benefícios fiscais que a empresa iria receber do Estado.
Comentários