Coronavírus: Balanço na China sobe para 80 mortos e mais de 2.300 casos

O número de mortos devido ao novo coronavírus detetado na China aumentou hoje para 80, após 24 novos óbitos registados na província de Hubei, o epicentro do contágio, anunciaram as autoridades locais.

Li Yang on Unsplash

Nesta região foram detetados 371 novos doentes infetados pelo coronavírus (denominado provisoriamente 2019-nCoV), elevando o número de casos confirmados para mais de 2.300 em todo o território da China, segundo dados do Governo central.

O novo coronavírus foi detetado na cidade chinesa de Wuhan (centro) no final de 2019 e o anterior balanço apontava para 56 mortos na China.

A maioria das pessoas infetadas encontram-se no território continental da China, mas há também casos confirmados em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá.

Em Portugal, não se confirmou a infeção de um homem que apresentava suspeitas e que foi hospitalizado no sábado, em Lisboa, depois de ter regressado de Wuhan.

Quanto às duas dezenas de portugueses que estão na zona afetada, Lisboa admite retirá-las para Portugal, mas não esclareceu ainda o modo como irá proceder.

O ministro da Saúde chinês, Ma Xiaowei, alertou no domingo que os infetados podem transmitir a doença durante o período de incubação, que demora entre um dia e duas semanas.

Durante aquele período, os infetados não revelam sintomas, o que anula o efeito das medidas de rastreio, como medição de temperatura nos aeroportos ou estações de comboio.

Os sintomas incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias.

Ler mais
Recomendadas

Web Summit. Membro da Comissão Federal de Eleições desvaloriza “teoria da conspiração” sobre fraude eleitoral

Ellen Weintraub sublinhou que a polarização de Washington se faz sentir sobretudo numa agência dividida a meio entre os dois partidos e que as declarações do presidente da Comissão não são censuráveis, mas preocupam-na por “não terem qualquer tipo de fundamento”.

Brexit: Negociações estão suspensas. Von der Leyen e Johnson discutem impasse este sábado

A indicação foi dada pelo chefe da delegação da União Europeia (UE) para o ‘Brexit’, Michel Barnier, anunciando que as conversações foram hoje interrompidas para que as duas delegações possam informar os respetivos líderes políticos sobre o impasse nas negociações.

EUA: Líder da Câmara dos Representantes otimista num acordo para pacote de auxílio pandémico

Depois de meses de impasses entre a Câmara democrata e o Senado republicano, parece haver agora consenso para a aprovação de uma proposta que constitui um compromisso intermédio para ambas as partes. Tanto o presidente Trump como o presidente eleito Biden apoiam a proposta.
Comentários