Costa e Rio formalizam na quarta-feira à tarde acordos sobre descentralização e fundos europeus

Questionada sobre o anúncio feito no parlamento pelo ministro da Administração Interna, Eduardo de Cabrita, de que Costa e Rio se reuniriam na quarta-feira com vista a “uma convergência” para a descentralização de competências para as autarquias, fonte oficial do PSD confirmou a assinatura quer deste acordo quer do relativo ao Portugal 2030.

Cristina Bernardo

O primeiro-ministro, António Costa, e o presidente do PSD, Rui Rio, formalizam na quarta-feira, ao final da tarde, os acordos entre Governo e sociais-democratas sobre descentralização e o futuro quadro comunitário, confirmou fonte oficial social-democrata.

Questionada sobre o anúncio feito no parlamento pelo ministro da Administração Interna, Eduardo de Cabrita, de que Costa e Rio se reuniriam na quarta-feira com vista a “uma convergência” para a descentralização de competências para as autarquias, fonte oficial do PSD confirmou a assinatura quer deste acordo quer do relativo ao Portugal 2030.

A hora final da assinatura dos acordos, que terá lugar na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, com a presença de António Costa e de Rui Rio, está ainda por fechar, mas será após o debate quinzenal na Assembleia da República.

Recomendadas

Estes são os onze políticos mais ricos de Portugal

Conheça os onze políticos portugueses que têm um património global superior a 1 milhão de euros, de acordo com as contas da revista “Sábado”.

Presidente do Ifo critica introdução de um imposto para o setor digital na UE

Segundo disse a Fuest nesta quinta-feira em Munique, na apresentação de um estudo realizado para a Câmara de Comércio e Indústria de Munique e Alta Baviera, “os EUA e os outros países de origem das empresas digitais afetadas verão esse imposto como uma tarifa. Isso só intensificará a guerra comercial com os EUA ”.

Basílio Horta é o político mais rico em funções, com um património superior a 11 milhões de euros

Existem pelo menos 11 políticos em Portugal cujo património global é superior a um milhão de euros. Os números são revelados na edição semanal desta quinta-feira, da revista “Sábado”, através da documentação consultada no Tribunal Constitucional, em Lisboa.
Comentários