Costa e Rio reúnem-se na quarta-feira para acordo sobre descentralização

“O senhor primeiro-ministro e o presidente do Partido Social Democrata terão oportunidade, amanhã [quarta-feira], de ter uma reunião, da qual esperamos que possa resultar a afirmação de uma convergência para uma reforma que se desenvolverá ao longo de vários anos e que passará por vários mandatos autárquicos e vários mandatos da Assembleia da República”, afirmou Eduardo Cabrita, que tutela a área das autarquias.

Cristina Bernardo

O primeiro-ministro, António Costa, e o presidente do PSD, Rui Rio, reúnem-se na quarta-feira com vista a “uma convergência” para a descentralização de competências para as autarquias, anunciou hoje no parlamento o ministro da Administração Interna.

“O senhor primeiro-ministro e o presidente do Partido Social Democrata terão oportunidade, amanhã [quarta-feira], de ter uma reunião, da qual esperamos que possa resultar a afirmação de uma convergência para uma reforma que se desenvolverá ao longo de vários anos e que passará por vários mandatos autárquicos e vários mandatos da Assembleia da República”, afirmou Eduardo Cabrita, que tutela a área das autarquias.

O governante, que falava numa audição regimental na comissão parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, confirmou a existência de negociações com o PSD para “trabalhar em torno” da transferência de competências para as autarquias, acompanhadas dos correspondentes recursos financeiros.

O ministro da Administração Interna salientou que, apesar do entendimento com o PSD, o Governo tem vindo a trabalhar nesta área “com todas as forças representadas na Assembleia da República”, com vista a alcançar a maior convergência na aprovação da lei-quadro da descentralização ainda na atual sessão legislativa.

Recomendadas

Estes são os onze políticos mais ricos de Portugal

Conheça os onze políticos portugueses que têm um património global superior a 1 milhão de euros, de acordo com as contas da revista “Sábado”.

Presidente do Ifo critica introdução de um imposto para o setor digital na UE

Segundo disse a Fuest nesta quinta-feira em Munique, na apresentação de um estudo realizado para a Câmara de Comércio e Indústria de Munique e Alta Baviera, “os EUA e os outros países de origem das empresas digitais afetadas verão esse imposto como uma tarifa. Isso só intensificará a guerra comercial com os EUA ”.

Basílio Horta é o político mais rico em funções, com um património superior a 11 milhões de euros

Existem pelo menos 11 políticos em Portugal cujo património global é superior a um milhão de euros. Os números são revelados na edição semanal desta quinta-feira, da revista “Sábado”, através da documentação consultada no Tribunal Constitucional, em Lisboa.
Comentários