Costa sobre a acusação a Sócrates: “Cabe à defesa apresentar a sua versão da verdade”

Primeiro-ministro recusou-se a comentar a acusação de 31 crimes imputada ao antigo líder socialista José Sócrates, invocando separação entre justiça e política e observando que cabe agora à defesa apresentar a sua versão da verdade.

António Costa respondia a uma questão sobre a Operação Marquês, após ter estado reunido com o coordenador da Comissão Técnica Independente, João Guerreiro.

Confrontado com o facto de o ex-primeiro-ministro José Sócrates ter sido acusado de 31 crimes, no âmbito da Operação Marquês, António Costa afirmou: “Como tenho dito, à justiça o que é da justiça e à política o que é da política”.

“Houve uma fase do processo que está concluída, a fase de inquérito. Agora cabe à defesa falar, apresentar a sua versão da verdade, requerer ou não instrução, seguir ou não para julgamento”, disse.

O primeiro-ministro apenas acrescentou depois que o processo seguirá os seus termos.

“E eu continuarei sem comentar, como é próprio de um primeiro-ministro, que não deve comentar o que vai acontecendo nos diferentes domínios judiciais”, vincou António Costa.

Recomendadas

Lei ‘Uber’ foi “aprovada por 80% dos deputados”, recorda Uber Portugal

Uber Portugal reage ao protesto dos taxistas e esclarece que lei foi aprovada por 80% dos deputados. Para a Uber, a lei que regula a atividade de TVDE traz “estabilidade e segurança jurídica” aos motoristas e utilizadores da Uber.

Universidade do Porto proíbe praxes que “atentem contra a dignidade”

O novo reitor emitiu um despacho ameaçando de expulsão os alunos que perpetuarem atos contrários aos regulamentos. A Universidade já antes tinha assumido esta postura, que se vai multiplicando em todo o país.

Professores avançam para greve na primeira semana de outubro

“Face à incapacidade do governo e, em particular, do Ministério da Educação em honrar o compromisso que assumiu”, salientam as organizações sindicais de professores em comunicado, os docentes vão avançar para a greve na primeira semana de outubro.
Comentários