Covid-19: França registou 313 mortes num dia

O número de novos casos diários no país foi de 14.064 nas últimas 24 horas, uma subida face aos números dos dois dias anteriores, tendo sido já confirmados 2.244.635 casos de covid-19 em França desde o início da pandemia.

Paris, França | Bloomberg

A França registou nas últimas 24 horas 313 mortes em meio hospitalar devido a covid-19, elevando o número total de mortos desde o início da pandemia para 53.816, anunciaram hoje as autoridades de saúde.

O número de novos casos diários no país foi de 14.064 nas últimas 24 horas, uma subida face aos números dos dois dias anteriores, tendo sido já confirmados 2.244.635 casos de covid-19 em França desde o início da pandemia.

Há atualmente 27.013 pessoas hospitalizadas devido ao vírus e 3.488 destes pacientes estão internados nos cuidados intensivos. O número de pessoas hospitalizadas e pessoas em estado grave continua a descer no país.

De forma a preparar a retoma da economia em 2021, o Governo francês avançou hoje que vai pagar 10 dias de férias a quem esteve em situação de desemprego parcial em 2020 devido à pandemia.

Estes dias de férias devem ser gozados entre 01 e 20 de janeiro, fazendo assim com que os trabalhadores gozem as férias sem as acumular para um período que se antevê de maior atividade e aliviando os patrões que as deveriam pagar por completo.

Alguns dos setores abrangidos por esta medida serão a restauração e a hotelaria.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 1.482.240 mortos resultantes de mais de 63,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Ler mais
Recomendadas
Marta Temido em entrevista à RTP

Fecho imediato de todas as escolas vai ser discutido em Conselho de Ministros nesta quinta-feira

Ministra da Saúde admite que é possível chegar a 20 mil mortes causadas pela pandemia até março. Variante britânica do coronavírus SARS-CoV-2 representa 20% dos casos de infeção e poderá chegar aos 60%.

Covid-19: Sindicato do Ministério Público pede suspensão de diligências e julgamentos

No entender do SMMP, os recentes números de infeções pelo SARS-COV-2 e o aumento exponencial de doentes covid 19 são “extremamente preocupantes e exigem medidas imediatas”, tanto mais que em Portugal “o grau de contágio é agora dos mais elevados do mundo”.

Covid-19: Presidente da Câmara de Leiria quer escolas fechadas

Gonçalo Lopes salientou que estes são indicadores “muito significativos de como a comunidade escolar nesta fase já tem muita gente em casa e que, por isso, é urgente tomar medidas relativamente ao encerramento das escolas”.
Comentários