Crânio mais antigo do mundo encontrado em Portugal

Fóssil humano foi descoberto na gruta da Aroeira e vai ser a peça central de uma exposição que abre no mês de outubro no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa.

O crânio tem cerca de 400 mil anos. É da altura média do Pleistoceno, que cobre o período desde há 2,5 milhões de anos até há 11,5 mil anos, num local tão ocidental da Europa.

“Estudo estes locais há mais de 30 anos e já recuperámos muitos dados, mas a descoberta de um crânio humano desta idade e importância é sempre um momento muito especial”, afirmou João Zilhão, um dos arqueólogos responsáveis pela descoberta.

O crânio foi encontrado na gruta da Aroeira, concelho de Torres Novas. As conclusões foram hoje apresentadas num estudo publicado na edição desta semana do boletim da Academia Nacional das Ciências dos Estados Unidos, como noticia a Lusa.

“O crânio da Aroeira é o fóssil humano mais antigo já encontrado em Portugal e partilha algumas características com outros fósseis deste período descobertos em Espanha, França e Itália”, afirmou o arqueólogo Ralf Quam, da universidade norte-americana de Binghamton, citado pela Lusa.

 

Recomendadas

Hoje há debate quinzenal com o primeiro-ministro sobre políticas ambientais e de valorização do território

Na agenda parlamentar de hoje destacam-se também o debate preparatório do Conselho Europeu e o debate com a participação do Governo sobre os instrumentos de governação económica da União Europeia. A próxima reunião do Conselho Europeu vai realizar-se nos próximos dias 20 e 21 de junho, para tomar decisões sobre as nomeações para o novo ciclo institucional e para adotar a Agenda Estratégica 2019-2024.

Presidente da União das Mutualidades nacional assume vice-presidência da União Mundial das Mutualidades

O Movimento Mutualista congrega cerca de uma centena de mutualidades, abrangendo dois milhões e meio de beneficiários, o equivalente a um quarto da população portuguesa. A proteção social, saúde, educação, ação social, turismo e lazer, caixas económicas, secções fúnebres, formação profissional, artes e cultura são áreas em que o Mutualismo atua.

PJ detém português suspeito de colaborar com o Estado Islâmico

O suspeito estava radicado no Reino Unido, de onde prestava apoio a combatentes da organização terrorista conhecida como Daesh.
Comentários