Crédito Agrícola e DECO estabelecem protocolo para crédito à habitação com spreads mais baixos

Com esta nova parceria, o subscritor da DECO pode contratar um Crédito Habitação CA [Crédito Agrícola] com um spread contratado de 1,55%. Caso o subscritor adquira e mantenha um conjunto de produtos complementares do Grupo Crédito Agrícola, o spread contratado será ainda mais competitivo, atingindo 1,10%.

O Crédito Agrícola celebrou um protocolo de colaboração com a DECO Proteste para a contratação de Crédito Habitação em condições competitivas para os associados DECO, e dizem que pode atingir uma poupança de mais de 300 euros por ano.

Com esta nova parceria, o subscritor da DECO pode contratar um Crédito Habitação CA [Crédito Agrícola] com um spread contratado de 1,55%. Caso o subscritor adquira e mantenha um conjunto de produtos complementares do Grupo Crédito Agrícola, o spread contratado será ainda mais competitivo, atingindo 1,10%.

“Os associados DECO podem ainda beneficiar de outras condições competitivas como a isenção ou redução de determinadas comissões e descontos nos produtos de Seguro de Vida CA”, diz o comunicado-

“Esta parceria com a DECO foi inclusivamente reconhecida com o selo de Escolha Acertada para créditos com e sem cross-selling”, refere a nota.

Recomendadas

CGD: rendimento líquido com comissões e serviços aumentou 13% entre 2015 e 2018

Segundo o Relatório e Contas da CGD de 2015, os rendimentos do banco público com serviços e comissões atingiram os 440,2 milhões de euros, ao passo que os encargos atingiram os 92,7 milhões, resultando num rendimento líquido de 347,5 milhões de euros.

Brasileiros ricos que se mudam para Portugal atraem gestores de fortunas do Brasil

A notícia está a ser avançada pela Bloomberg. Bancos como o Itaú-Unibanco Holding e o Banco Bradesco estão estudar abrir escritórios de gestão de patrimónios em Portugal, no meio de uma onda de brasileiros ricos que se estão a mudar para o nosso país à procura de segurança.

Wells Fargo lucra 16.676 milhões de dólares entre janeiro e setembro, um aumento de 2%

No terceiro trimestre, apenas o Wells Fargo teve um resultado líquido que contraiu 23% para 4,61 mil milhões de dólares.
Comentários