Créditos à habitação: taxa de juro dos empréstimos sobe em agosto

No mês passado, a taxa de juro dos contratos de crédito à habitação ficou nos 1,014% e a prestação média vencida foi de 239 euros.

A taxa de juro dos contratos de crédito à habitação e a prestação média vencida aumentaram em agosto, revelou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). O primeiro indicador subiu 0,5 pontos base face a julho, ficando nos 1,014% e o segundo teve um acréscimo de um euro e fixou-se nos 239 euros.

O organismo de estatística português assinala que, nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita subiu 1,5 pontos base, passando de 1,681% em julho para 1,696% em agosto.

“Para o destino de financiamento ‘aquisição de habitação’, o mais relevante no conjunto do crédito à habitação, a taxa de juro implícita para o total dos contratos foi 1,035%, valor 0,6 pontos base superior ao observado no mês anterior (1,029%). Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a taxa de juro para este mesmo destino de financiamento passou de 1,673% em julho para 1,687% no mês seguinte”, refere o relatório do INE.

Os dados do INE mostram que, entre julho e agosto, o valor médio da prestação vencida para a totalidade dos contratos subiu um euro, para 239 euros. Quanto aos contratos celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação fixou-se nos 316 euros em agosto, mais 14 euros do que o observado no mês anterior.

No mês passado, o valor médio do capital em dívida apurado para a totalidade dos contratos foi 51.592 euros, menos 32 euros que no mês anterior. No que diz respeito ao subconjunto dos contratos celebrados nos últimos três meses, a média do capital em dívida aumentou, entre julho e agosto, de 92 052 euros para 92 714 euros, o que corresponde a uma subida de 662 euros.

 

Ler mais
Relacionadas

Casas estão mais caras, mas vendas sobem 16,1%

O INE divulgou o Índice de Preços da Habitação relativos ao segundo trimestre do ano. A variação homóloga registada foi de 8%, o que não impediu que se transacionassem mais 16,1% de casas do que em período homólogo, gerando 4,6 mil milhões de euros.

Governo vai criar um novo Programa de Arrendamento Acessível

Nas Grandes Opções do Plano para 2018 (GOP2018), o Governo vai criar um novo Programa de Arrendamento Acessível com o objetivo de “promover uma oferta alargada de habitação para arrendamento a custos mais reduzidos”.

Reavaliação das casas imposta pela troika fez disparar IMI em 150%

Os dados recolhidos pela IGF mostram que prédios que valiam cerca de 126,2 mil milhões de euros em 2011, passaram a valer 256,9 mil milhões de euros, após as reavaliações imobiliárias, o que fez aumentar o valor cobrado em IMI.

Habitação de luxo: as 10 ruas mais caras de Portugal

As ruas mais exclusivas do mercado português distribuem-se entre Lisboa, Cascais, Algarve e Porto. A Rua do Salitre é a zona com a habitação à venda mais cara em Portugal.
Recomendadas

Regionais em Espanha: PSOE ganha mas precisa de fazer acordos para governar

As sondagens publicadas, principalmente a elaborada pelo Centro de Investigações Sociológicas (CIS), um organismo público que realiza este tipo de análises, indica que os socialistas espanhóis irão ser os mais votados em 10 das 12 Comunidades Autónomas que vão a votos.

Lançada a primeira rota internacional do vinho na Península Ibérica

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Duero-Douro é um projeto à escala europeia com a finalidade de promover o território transfronteiriço.

Porcos podem complicar negociações comerciais entre EUA e China

A queda da importação de soja dos Estados Unidos para alimentar os porcos na China pode dificultar as negociações comerciais entre os dois países, segundo um estudo do HSBC Global Research, noticia a Sky News.
Comentários