CTT vende imóvel em Lisboa por 8,5 milhões de euros

Os Correios de Portugal anunciaram a venda de imóvel na Rua da Palma, em Lisboa, por um valor de 8,5 milhões de euros.

Cristina Bernardo

Os CTT anunciaram a venda de um imóvel na Rua da Palma, em Lisboa, por um valor de 8,5 milhões de euros, de acordo com com comunicado divulgado ao início da tarde pela Comissão de Mercado e Valores Mobiliários.

“O montante total recebido pela empresa relativo à venda do referido imóvel”, explicam os CTT no mesmo comunicado, “corresponde ao preço contratado (o que representará uma mais-valia contabilística antes de impostos de cerca de 8,5 milhões de euros, com um impacto fiscal de cerca de 1,1 milhões de euros”.

O negócio foi feito por 10,3 milhões de euros, nos termos do contrato promessa de compra e venda celebrado a 15 de maio, o que representa uma mais valia contabilística antes de impostos de cerca de 8,5 milhões de euros, com um impacto fiscal de 1,1 milhões de euros.

Esta venda prossegue em linha com a política dos CTT da alienação de ativos não estratégicos quando estejam reunidas as condições de mercado adequadas.

Recomendadas

Lucro do Sistema de Indemnização aos Investidores cai 152% para 864 mil euros

O resultado líquido caiu em 2017, mas os ativos do fundo subiram 5,5%. “No balanço, destacam-se, no ativo, os meios financeiros líquidos, que totalizavam 11.480.988 euros (11,5 milhões), acima dos 10.939.010 euros (10,9 milhões) em 2016”, lê-se no relatório e contas publicado pela CMVM.

Primeira transmissão de sempre de um jogo da ‘Champions’ no Facebook assegurada pela Eleven Sports Portugal

O jogo entre Valência e Manchester United, marcado para as 20h de dia 12 de dezembro, poderá ser visto na página oficial de Facebook da Eleven Sports Portugal.

Apple condenada de violar patentes na China. Proibida a venda de sete modelos de iPhone

A fabricante de chips ganhou uma ação judicial contra a Apple que está impedida de vender vários modelos de iPhones na China. Qualcomm acusa a Apple de beneficiar da propriedade intelectual da fabricante de chips sem recompensar.
Comentários