DBRS atribui ratings pela primeira vez à espanhola União de Créditos Imobiliários

A DBRS Ratings Limited (DBRS) atribuiu ratings pela primeira vez à Unión de Créditos Imobiliários, EFC (UCI), credor hipotecário especializado em Espanha e Portugal.

A DBRS Ratings Limited (DBRS) atribuiu ratings pela primeira vez à Unión de Créditos Imobiliários, EFC (UCI), credor hipotecário especializado em Espanha e Portugal.

A UCI é uma Joint Venture (JV) entre o Banco Santander e o Grupo BNP Paribas (BNPP).

Os ratings atribuídos são o Rating de Emissor de Longo Prazo A low e o Rating de Emissor de Curto Prazo R-1 (low). A tendência em todas as classificações é Estável.

A DBRS atribuiu uma avaliação de suporte de SA1 à UCI, o que implica a expectativa de suporte previsível dos seus acionistas (Santander e BNP Paribas).

A UCI concentra-se em empréstimos hipotecários, com uma participação no mercado de hipotecas em Espanha de cerca de 2% no final de 2017. A DBRS observa que rentabilidade da UCI é altamente concentrada na receita líquida de juros. A UCI registou lucros em 6 dos últimos 7 anos.

A UCI foi criada em 1989 como uma Joint Venture entre o Banco Santander  (50%), a Union Credit pour le Batiment (40%) e a Compagnie Bancaire (10%). Com ambas as duas últimas entidades a tornarem-se parte do Grupo BNP Paribas, a UCI é agora uma Joint Venture (JV) entre o Santander e o BNP Paribas, tendo ambos os grupos uma participação de 50%.

A UCI opera principalmente na Península Ibérica, com 88% dos empréstimos a tomadores espanhóis e 10% a tomadores portugueses no final de 2017. A entidade tem exposições não materiais na Grécia e os novos empréstimos cessaram em 2011.