Défice da balança comercial subiu para 1.593 milhões de euros em outubro

Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística esta segunda-feira mostram que as exportações e as importações registaram variações homólogas nominais de +5,9% e +5,3%.

Peter Nicholls/Reuters

O défice da balança comercial de bens portuguesa subiu para 1.593 milhões de euros em outubro, um valor superior em 54 milhões de euros comparativamente ao período homólogo de 2017, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta segunda-feira. Nesse mês, as exportações aceleraram e as importações ultrapassaram novamente as anteriores, com subidas homólogas nominais de 5,9% e 5,3%, respetivamente.

“Excluindo os combustíveis e lubrificantes, a balança comercial atingiu um saldo negativo de 1.100 milhões de euros, correspondente a um aumento do défice de 39 milhões de euros em relação a outubro de 2017. Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 8,5% e as importações cresceram 7,6% (+2,6% e +1,4%, respetivamente, em setembro de 2018)”, refere o INE.

Segundo o organismo de estatística português, no trimestre terminado em outubro, as exportações e as importações de bens aumentaram ambas: 3,1% e 4,5%, respetivamente, quando comparado com o trimestre homólogo do ano passado. No relatório publicado esta manhã, o INE explica que tanto as exportações como as importações cresceram devido ao aumento verificado no comércio Intra-União Europeia (UE), dado que as exportações Extra-UE diminuíram.

Em setembro, o défice da balança comercial portuguesa tinha descido para 1.203 milhões de euros – uma diminuição, em termos homólogos, de 49 milhões de euros.

Notícia atualizada às 11h19

Ler mais
Recomendadas

Governo cria grupo de trabalho para preparar Web Summit até 2028

O ‘Grupo de Trabalho Web Summit Portugal 2019-2028’ vai entrar em vigor já este ano, com o objetivo de “assegurar a organização e a coordenação da Web Summit, em cada ano do período de 2019 a 2028”.

Governo envia hoje para o Parlamento e Bruxelas esboço do Orçamento do Estado para 2020

Documento segue primeiro para a Assembleia da República e depois para a Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, que reencaminha para Bruxelas.

Marca Portugal vale mais de 190 mil milhões de euros, diz consultora

Num ranking de cem países, elaborado pela Brand Finance, a marca Portugal surge na posição 48, à frente de países como Egito, Peru, Hungria, Eslováquia, Luxemburgo e Grécia. Contudo, países como Roménia, África do Sul, Nova Zelândia, Cazaquistão, Irão, Vietname ou Qatar surgem à frente de Portugal.
Comentários