Deputada do PSD na Assembleia da República devolve subsídio de mobilidade

Sara Madruga da Costa diz que ‘o caso subsídio de mobilidade’ constitui uma excelente oportunidade para se rever o atual sistema e está disponível para participar no debate.

Ler mais

A deputada do PSD-Madeira na Assembleia da República, Sara Madruga da Costa, vai “devolver as verbas recebidas” relativamente ao subsídio de mobilidade.

“Esclareço que não tive a prática regular de receber o subsídio de mobilidade de todas as viagens que realizei, nem pouco mais ao menos, até porque sempre tive dúvidas sobre o seu acerto”, afirma num comunicado enviado à imprensa, na noite da passada segunda-feira.

A deputada do PSD diz ter agido de acordo com aquilo que entendeu ser a lei, “embora reconheça, com toda a humildade, que tal possa ser eticamente questionável”.

“Apoio incondicionalmente o pedido de parecer solicitado pelo grupo parlamentar do PSD à subcomissão de ética do parlamento para esclarecimento desta situação”, adianta a deputada, revelando que, por uma “questão de consciência”, decidiu “antes de saber o resultado do parecer da Assembleia da República, devolver as verbas recebidas”.

Sara Madruga diz ainda que a Assembleia da República paga a todos os deputados um apoio que é calculado em função da distância do local de residência de cada um. Este montante é pago a todos os deputados não residentes em Lisboa, mesmo se não fizerem as viagens e independentemente do meio utilizado para a sua deslocação.

“Aos deputados residentes na Madeira e nos Açores é atribuído o montante de quinhentos euros, os únicos que têm obrigatoriamente de se deslocar de avião”, declara.

“No meu caso, cumpro com esta regra de viajar todas as semanas à Madeira, local onde resido efetivamente, onde tenho o meu marido e família e onde também desempenho trabalho e iniciativas políticas que normalmente até são públicas no meu círculo eleitoral que é a Madeira”, expressa Sara Madruga, sugerindo que este caso em torno do subsídio constitui “uma excelente oportunidade para rever este sistema, estando disponível para participar neste debate”.

Recomendadas

Bombeiros combatem incêndio em Campanário

Para o local, deslocou-se o helicóptero e as equipas do POCIF dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos e dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Brava e Ponta do Sol.

Reflexologia gratuita esta terça-feira na Praça do Munícipio

Se gosta ou quer experimentar as práticas de reflexologia, aproveite para visitar esta terça-feira, a partir das 15 horas, a mostra aberta a toda a população que o Centro de Reflexologia da Madeira vai dinamizar na Praça do Município.

Especialistas discutem ‘Tendências e Inovação no Turismo’ no Funchal

Organizada pela Startup Madeira e pelo Turismo de Portugal, esta sessão temática marca o início de uma série de seminários a decorrer nos próximos meses no Funchal.
Comentários