Deputados alemães reelegem Merkel para um quarto mandado como chanceler

Os deputados alemães reelegeram hoje Angela Merkel como chanceler da Alemanha, abrindo as portas para o cumprimento do quatro mandato consecutivo, seis meses depois de um impasse político.

Na votação no Parlamento, dos 688 votos válidos, 364 deputados disseram “sim” a Merkel, mais nove do que o necessário para atingir a maioria requerida, mas menos 35 do que a maioria teórica do total de eleitos conservadores e sociais-democratas (399).

Segundo os resultados da votação secreta, registaram-se nove abstenções e 315 votos contra.

A coligação de Merkel envolve os conservadores da União Democrata Cristã (CDU) e da União Social Cristã (CSU), bem como o Partido Social Democrata (SPD), de centro esquerda, cujos deputados, no total, representam 399 assentos parlamentares.

A votação de hoje põe termo a 171 dias de impasse governamental – mais do dobro do anterior recorde –, criado após as eleições de setembro, em que os três partidos perderam força política num país cuja economia é a maior da Europa.

Recomendadas

Irão diz que o seu petróleo não vai deixar de chegar aos mercados

Em causa estão as sanções impostas pelos norte-americanos, que serão mais severas a partir de novembro. China e Índia, principais clientes do Irão, não vão cumprir o embargo que Trump quer impor.

Prioridade da bicicleta como meio de transporte vai ser inscrita na Constituição da Suíça

Três em cada quatro eleitores suíços aprovaram em referendo a introdução de um novo princípio constitucional: a prioridade da bicicleta como meio de transporte, mediante políticas públicas focadas nesse objetivo e melhoria das infra-estruturas.

Um negócio de luxo: Michael Kors vai comprar Versace por 1,7 mil milhões

Versace, a casa de moda italiana fundada por Gianni Versace há 40 anos, vai ser comprada por Michael Kors por 2 mil milhões de dólares.
Comentários